Assine CLAUDIA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

6 exercícios mentais para melhorar o foco e a concentração

Psiquiatra dá dicas criativas para turbinar a atenção no dia a dia e conseguir completar as tarefas com mais facilidade

Por Kalel Adolfo
6 mar 2023, 08h51

O imediatismo atual, acoplado ao excesso de informações e as inúmeras distrações da modernidade, acabam transformando o foco e a concentração em habilidades praticamente inacessíveis. Começamos a fazer algo e, quando menos percebemos, já estamos procrastinando ou desviando a atenção para resolver outras questões paralelamente – um problema enorme para a produtividade.

No fim do dia, a impressão é de que fizemos milhares de tarefas, quando na verdade mal conseguimos completar uma. Triste, né? Mas calma, que há exercícios que ajudam a mente a se concentrar melhor. A seguir, a psiquiatra geral Danielle Admoni lista alguns dos melhores e revela os fatores que nos tornam menos atentos:

O que nos torna menos concentrados e focados

A especialista explica que a concentração nada mais é do que a atenção focada em uma atividade específica, que pode ser desde um projeto profissional, até uma partida de videogame. Já o foco diz respeito ao objetivo que temos: “É o que planejamos fazer e onde queremos chegar.”

Tais características são primordiais para alcançarmos o sucesso em quaisquer áreas, certo? Por isso, é de grande importância que consigamos cultivá-las da forma mais efetiva e saudável possível.

Continua após a publicidade

“Quando somos obrigados a fazer algo que não gostamos, é muito difícil sentar e se concentrar. Mas a perda de foco não é apenas sobre uma falta de interesse: o excesso de informação que temos é bastante prejudicial”, pontua.

Aqui, Danielle se refere às dezenas de notificações de e-mail, redes sociais e aplicativos que nos bombardeiam assim que abrimos o celular ou o computador, nos fazendo desviar daqueles objetos pré-definidos. “Ser multitarefa também nem sempre dá certo, pois acabamos esquecendo a metade do que havíamos iniciado”, alerta. Para ela, todos esses fatores, em conjunto, contribuem para uma baixa produtividade na rotina.

Exercícios para melhorar o foco e a concentração

Mas calma, que há formas de driblar esses problemas e fortalecer o foco do cérebro. Os exercícios a seguir, listados por Admoni, nos possibilitam um desligamento das distrações internas e externas:

Exercício 1

“Escolha um livro qualquer e conte as palavras de algum parágrafo. Repita a contagem para se certificar de que está correta. Aguarde um minuto e conte as palavras de dois parágrafos. Quando isso ficar fácil, conte, mentalmente, as palavras da página inteira, sem usar os dedos para apontar.”

Continua após a publicidade

Exercício 2

“Conte de 1 a 100 mentalmente e ,assim que terminar, de 100 a 1. Repita esse exercício ao menos três vezes ao dia.”

Exercício 3

“Conte de 1 a 100 em sua mente, de 3 em 3 (1,4,7,10). Assim que terminar, conte de 100 a 1 da mesma forma (100, 97, 94).”

Exercício 4

“Escolha uma frase ou palavra inspiradora e a repita em sua mente por cinco minutos. Assim que se tornar mais fácil, aumente o tempo para 10 minutos.”

Continua após a publicidade

Exercício 5

“Pegue uma fruta qualquer e a segure em suas mãos. Agora, examine toda a superfície e os lados dessa fruta. Não pare para refletir sobre nenhum outro aspecto, como o valor nutritivo, a origem do cultivo e por aí vai. Simplesmente observe sua forma, seu cheiro e as sensações que ela te dá ao tocá-la.”

Exercício 6

O próximo exercício é semelhante ao anterior, contudo, agora olharemos para a fruta por dois minutos, e em seguida, fecharemos os olhos.

“Com os olhos fechados, tente visualizar a fruta em sua mente, lembrando de sua superfície e características visuais, como deformações na casca, o cheiro e as sensações que ela te provoca. Se a imagem começar a se apagar de sua mente, abra os olhos, observe a fruta por mais algum tempo e repita o processo.”

Continua após a publicidade

Como garantir que os exercícios deem certo

Danielle explica que, para os exercícios darem certo, é necessário adotar algumas estratégias: “Quando for fazer algo importante, desligue o celular, fique num lugar com pouco ou nenhum barulho e dê preferência a um ambiente com menos pessoas.”

Ela alerta que, quando começamos a nos concentrar e somos interrompidos, a mente precisa recomeçar todo o processo de concentração novamente. E detalhe: esse resgate de foco se torna mais difícil a cada nova distração.

Por fim, a psiquiatra indica ler com frequência, visto que os livros treinam a atenção, a concentração, a memória recente e até mesmo as lembranças retrógradas. Contudo, dê preferência à leitura física, não em telas digitais.

Continua após a publicidade
Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

O mundo está mudando. O tempo todo.
Acompanhe por CLAUDIA e tenha acesso digital a todos os títulos Abril.

Acompanhe por CLAUDIA.

Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Moda, beleza, autoconhecimento, mais de 11 mil receitas testadas e aprovadas, previsões diárias, semanais e mensais de astrologia!

Receba mensalmente Claudia impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições
digitais e acervos nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 12,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.