Clique e assine com até 75% de desconto

Anvisa proíbe a venda de alimentos e bebidas à base de aloe vera

Entenda por que a Anvisa proibiu a venda de alimentos e bebidas feitas à base de aloe vera e descubra para qual uso o ingrediente está liberado

Por Redação M de Mulher Atualizado em 17 jan 2020, 10h04 - Publicado em 20 nov 2011, 21h00

Deixe de lado os sucos naturais feitos à base de aloe vera
Foto: Getty Images

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) liberou um Informe Técnico na última quinta (17/11/2011) que aponta como inseguro o consumo de qualquer alimento feito à base de aloe vera, conhecida popularmente como babosa.

Além da falta de estudos sobre a toxidade do ingrediente, documentos encaminhados pelas empresas produtoras de tais alimentos à Agência foram insuficientes para comprovar que o consumo dos produtos não representa riscos à saúde da população. Isso porque a presença das substâncias “antraceno” e “antraquinona” na babosa pode causar mutações nas células humanas.

O documento traz ainda um alerta relacionado aos efeitos colaterais do consumo. Apesar de assintomáticos a curto prazo, eles podem resultar em um quadro clínico severo e até fatal à longo prazo. Portanto, está proibida a venda, fabricação e importação tanto de alimentos, quanto de bebidas à base de aloe vera. O uso da planta em comidas está regulamentado apenas como aromatizante.

No caminho contrário estão os cosméticos e os fitoterápicos de uso tópico com função cicatrizante, cuja fórmula contenha babosa. Esses são autorizados pela Anvisa e podem ser utilizados com a garantia de segurança.

Continua após a publicidade
Publicidade