A pílula anticoncepcional pode estar mudando a forma do seu corpo

Pílula engorda? Descubra quais os reais efeitos do método no corpo da mulher

Desenvolvida para facilitar a vida da mulher, evitar uma gravidez indesejada e até tratar problemas ginecológicos, a pílula anticoncepcional e seus efeitos vêm sendo cada vez mais questionados.

Além de relatos de casos de trombose causada pela pílula, muitas mulheres se questionam sobre o fato do método ser um vilão quando o assunto é aumento de peso.

E realmente o ganho de peso é o efeito colateral mais relatado por quem toma pílula combinada, que é o tipo mais comum e contém estrogênio e progesterona sintéticos.

Mas afinal, a pílula anticoncepcional engorda?

A relação da pílula nas mudanças do corpo da mulher

A maior revisão acadêmica realizada até hoje examinou 49 estudos sobre a pílula combinada. No estudo foi constatado que “não há nenhum grande efeito evidente”, mas adverte que não foram conduzidas pesquisas suficientes para se ter certeza.

Os pesquisadores descobriram que não há grandes alterações independentemente do tipo de progesterona presente na pílula combinada. Outros estudos que analisaram pílulas só de progesterona encontraram, de maneira semelhante, poucas evidências sobre esse efeito.

Uma questão psicológica

Entretanto, é comum ouvir falar em casos de mulheres que relataram um aumento de peso após o uso da pílula. Para Maria Gallo, endocrinologista da Universidade de Ohio, nos Estados Unidos, e coautora da revisão acadêmica, a crença de que a pílula engorda está relacionada a uma tendência natural do ser humano.

Para a profissional, as pessoas são especialistas em identificar padrões ao seu redor, mesmo onde eles não existem. O fenômeno cognitivo, conhecido como apofenia, é a razão pela qual identificamos rostos, animais e outras formas curiosas nas nuvens, ou nos preocupamos com os números que foram sorteados em concursos passados da loteria.

Sendo assim, Somos particularmente suscetíveis à apofenia se estivermos inclinados a enxergar determinado resultado – como ganhar peso após começar a tomar um novo medicamento. “É a mesma razão pela qual existe a ideia de que as vacinas podem fazer mal à saúde”, explica Maria Gallo. “Se você oferecer a toda população, haverá pessoas que apresentam problemas de saúde, sejam ligados à vacina ou não.”

Já no caso da pílula, a endocrinologista ressalta que as pessoas ganham em geral pouco mais de meio quilo a cada ano durante a maior parte de suas vidas, a contar a partir do início da idade adulta ­– o que, aliás, é quando a maioria das mulheres começa a usar métodos contraceptivos.

As mudanças reais no corpo

Apesar de alguns casos serem psicológicos, a pílula age sim no corpo da mulher, podendo até alterar as formas de seu corpo. As razões são: ganho de massa muscular, retenção de líquidos e acúmulo de gordura.

– Ganho de massa muscular:

Em uma pesquisa feita em 2009 por um fisiologista, foi descoberto que as mulheres que usavam pílula ganharam 40% menos músculo do que as que não tomavam.

O baixo ganho de massa muscular não foi identificado em todas as participantes da pesquisa que usavam o contraceptivo, apenas naquelas que tomavam pílula com um determinado tipo de progesterona sintética, que gosta de se ligar à mesma proteína.

Uma das explicações é que, ao competir pelos mesmos locais de ligação, o hormônio pode bloquear os sinais para aumentar a massa muscular.

– Armazenamento de gordura:

Um estudo descobriu que mulheres que tomam pílulas com altos níveis de estrogênio costumam ter corpos em forma de pera e mais gordura subcutânea, embora não necessariamente mais gordura corporal em geral.

– Inchaço celular:

Motivo de queixa de muitas mulheres, o inchaço realmente pode acontecer com o uso da pílula. A sensação desagradável de inchaço acontece porque o estrogênio também afeta a forma como o corpo metaboliza a água, influenciando a produção de certas proteínas nos rins.

O resultado é que o corpo retém mais líquido do que o normal. Esse líquido penetra nas células de gordura, fazendo com que elas inchem. Como as mulheres tendem a armazenar mais gordura nos seios, coxas e quadris, essas áreas podem dilatar mais.

E você, já passou por alguma experiência do tipo ao utilizar a pílula anticoncepcional? Deixe seu relato nos comentários!

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s