CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR R$ 14,90/MÊS

A culpa é dos hormônios

Entenda como eles agem e que males trazem à saúde quando estão fora de controle

Por Redação M de Mulher Atualizado em 21 jan 2020, 12h20 - Publicado em 28 out 2008, 21h00

“Os hormônios têm milhões de funções no corpo e sua falta ou excesso pode prejudicar a saúde”, explica o edocrinologista Alfredo Halpern
Foto: Dreamstime

Você anda com a menstruação desregrada, o cabelo caindo e fome além da conta, mas não faz idéia do que está acontecendo? Então fique atenta, porque pode ser sinal de problemas hormonais. “Os hormônios têm milhões de funções no corpo e sua falta ou excesso pode prejudicar a saúde”, explica o endocrinologista Alfredo Halpern, professor da Universidade de São Paulo. 

Descubra alguns problemas causados por esse transtorno:

Infertilidade
Os hormônios folículo estimulante (FSH) e luteinizante (LH) são importantes na reprodução feminina. O primeiro deixa os óvulos femininos maduros o suficiente para serem fertilizados e o segundo empurra o óvulo maduro para fora do ovário, em direção ao útero. É por isso que a queda na produção dos dois pode até levar à infertilidade. 

• Procure um médico caso sinta dificuldades de engravidar. Só ele poderá indicar a melhor forma de fazer a reposição desses hormônios.

Cansaço excessivo
Durante o sono, o organismo produz o hormônio do crescimento (GH), importantíssimo para a vitalidade. Entre outras funções, ele aumenta a massa muscular e preserva a musculatura além de transformar as moléculas em energia. Os principais sinais de que ele está desregulado são o ganho de peso e o cansaço. 

• Nada como uma boa noite de sono. E atenção à sua disposição matinal. Quando acorda bem, é porque dormiu o necessário. Dormir antes das 23 h faz o GH ser mais eficiente.

Continua após a publicidade
Publicidade