Assine CLAUDIA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

11 truques infalíveis para aliviar e evitar as crises de enxaqueca

Além de truques tradicionais, a medicina chinesa nos ensina a pressionar certos pontos de nosso corpo para aliviar as dores

Por Kalel Adolfo
31 out 2022, 09h21

É impossível negar: as dores da enxaqueca estão entre as mais desconfortáveis que podemos sentir no dia a dia. Frequentemente, quem sofre com esse tipo de cefaleia acaba não conseguindo concluir as tarefas do dia a dia, de tão fortes que as crises podem ser. Aliás, na maioria das vezes, o único jeito para aliviar a tormenta é entrar num quarto, apagar todas as luzes e tentar dormir. Deu até um arrepio aí, né?

Mas calma, que antes de sair tomando trocentos remédios, há alguns truques que podem ajudar a reduzir ou até cessar as dores da enxaqueca. A seguir, Camila Lewin, clínica geral, passa seis dicas praticamente infalíveis:

Quais são as causas da enxaqueca?

De acordo com Camila, a enxaqueca é um tipo de cefaleia de etiologia multifatorial. Em outras palavras, isso significa que inúmeras condições servem como gatilhos para ativá-la. Estas vão desde fatores hereditários à causas externas, como mudanças climáticas, má alimentação e estresse diário.

Dor de cabeça comum x enxaqueca: como diferenciar?

Apesar de existirem inúmeros tipos de cefaleia, a enxaqueca possui algumas características bem particulares. Segundo a clínica geral, são elas:

  • Dor de cabeça localizada e assimétrica (de um lado só)
  • Dor acompanhada de fotofobia (a luminosidade provoca muita irritação)
  • Fonofobia (os ruídos intensificam as dores)
  • Olfato extremamente sensível, provocando a presença de odores fortes que causam incômodo
  • Irritabilidade
  • Dor de cabeça intensa que dura de 3 a 72 horas

O que fazer para evitar a enxaqueca?

De acordo com Camila, praticar atividade física regularmente e evitar ingerir alimentos como chocolates, embutidos e queijos amarelos também ajuda a prevenir as crises de enxaqueca. E para quem adora tomar aquele drink inofensivo no fim do dia, temos más notícias: a clínica geral avisa que bebidas alcoólicas — especialmente vinhos — podem aumentar as chances de vivenciarmos a cefaleia.

E não para por aí: o café também pode ser um grande vilão para quem já sofre com os quadros de enxaqueca habitualmente. “A falta de hidratação costuma ter um grande papel no surgimento das crises”, complementa.

Por fim, Camila avisa que verduras verdes — como rúcula, alface e agrião — e um sono de qualidade (7 a 8 horas) reduzem drasticamente as chances da enxaqueca surgir repentinamente.

Técnicas para aliviar ou cessar as dores da enxaqueca

Agora, vamos para a parte boa: as dicas infalíveis para reduzir a intensidade das crises. Camila Lewin traz os seguintes conselhos:

Continua após a publicidade

1. Coloque gelo no local

Segundo a especialista, a enxaqueca tem um mecanismo fisiopatológico de vasodilatação. Portanto, ao colocarmos gelo no local, as baixas temperaturas provocarão o fenômeno da vasoconstrição, que ajuda a reduzir as dores.

2. Corte fatores que intensificam a dor

Além de manter os saudáveis que citamos acima, é importante evitar lugares com muita iluminação e ruídos durante a crise.

Pontos da reflexologia e medicina chinesa que aliviam a enxaqueca

  • 3. Pegue o dedo indicador e coloque entre os olhos, acima do nariz. Depois, pressione a região por um minuto;
  • 4. Coloque os dois dedos indicador e médio abaixo das sobrancelhas e ao lado do nariz. Pressione por um minuto;
  • 5. Coloque as palmas das mãos na nuca e utilize os dois polegares para pressionar o músculo do pescoço que sustenta o crânio. Faça isso por um minuto;
  • 6. Massagear a região entre o primeiro e o segundo dedo do pé ajuda a aliviar a dor;
  • 7. Massageie a região entre o quarto e o quinto dedo de sua mão (esquerdo ou direito);
  • 8. Com a parte de trás de uma caneta, pressione as pontas dos dedos do pé por um minuto (na medicina tradicional chinesa, estes pontos estão interconectados com a região da cabeça);
  • 9. Caso esteja em casa, coloque uma toalha na boca e a morda com força durante 15 segundos. Ao fazer isso, contraímos os músculos masseter do rosto, ajudando a relaxar a região temporal, o que diminui a crise de enxaqueca
  • 10. Não pratique exercícios físicos durante a crise, pois isso piora o quadro;
  • 11. Faça uma inspiração profunda pelo nariz e expire o ar pela boca, lentamente.

“Caso nenhuma dessas dicas estejam funcionando, busque a ajuda de um neurologista. Vale lembrar que ter três quadros de enxaqueca por mês pode significar que você tem um quadro crônico”, finaliza Camila.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

O mundo está mudando. O tempo todo.
Acompanhe por CLAUDIA e tenha acesso digital a todos os títulos Abril.

Acompanhe por CLAUDIA.

Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Moda, beleza, autoconhecimento, mais de 11 mil receitas testadas e aprovadas, previsões diárias, semanais e mensais de astrologia!

Receba mensalmente Claudia impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições
digitais e acervos nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 12,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.