Clique e Assine CLAUDIA por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Congressista dos EUA é chamada de vadia por colega e faz discurso poderoso

Alexandria Ocasio-Cortez respondeu a Ted Yoho em uma fala de 10 minutos no Congresso dos Estados Unidos

Por Júlia Warken
Atualizado em 23 jul 2020, 22h50 - Publicado em 23 jul 2020, 17h45

A congressista norte-americana Alexandria Ocasio-Cortez foi insultada pelo colega Ted Yoho em frente ao Capitólio – o prédio do Congresso em Washington DC – na última segunda-feira (20). Ele usou a expressão fucking bitch, que pode ser traduzida como vadia do caralho para o português. Entre outras ofensas, Yoho também chamou Ocasio-Cortez de nojenta. Isso aconteceu após a congressista realizar uma fala a respeito de criminalidade e desemprego.

O caso gerou grande repercussão nos Estados Unidos e Ocasio-Cortez se manifestou primeiro nas redes sociais. No Twitter, disse que nunca havia falado diretamente com Yoho e que costuma se dar bem com os colegas. “Mas, hey, as vadias dão conta do trabalho”, finalizou.

Eleita pelo estado de Nova York, em 2018, Ocasio-Cortez é a mulher mais jovem da história a chegar ao cargo de congressista nos Estados Unidos. Ela tinha 29 anos na época e faz parte do Partido Democrata.

A resposta definitiva aos insultos de Yoho veio nesta quinta-feira (23). Durante uma sessão no Congresso, Ocasio-Cortez fez um poderoso discurso sobre ataques machistas. “Eu estou aqui [fazendo este discurso] porque eu preciso mostrar aos meus pais que eu sou a filha deles e eles não me criaram para aceitar comportamento abusivo por parte dos homens”, disse ela, após afirmar que está familiarizada com ofensas desse tipo e que elas já não lhe abalam mais. Falou também que estava respondendo a Yoho para mostrar a todos que tais ofensas não podem ser normalizadas.

Continua após a publicidade

“Eu acredito que ter uma filha não torna um homem decente. Ter uma esposa não torna um homem decente. Tratar as pessoas com dignidade e respeito torna um homem decente. E quando um homem decente comete um erro, como todos nós estamos sujeitos a fazer, ele tenta dar o seu melhor e pede desculpa”, continuou Ocasio-Cortez. Ela fez referência a uma declaração de Yoho em que ele alega respeitar as mulheres, pelo fato de ter uma esposa e uma filha.

“Eu quero expressar minha gratidão ao senhor Yoho. Eu quero agradecer a ele por mostrar ao mundo que você pode ser um homem poderoso e insultar mulheres. Você pode ter filhas e insultar mulheres, sem remorso. Você pode ser casado e insultar mulheres. Você pode tirar fotos e projetar ao mundo uma imagem de homem de família e insultar mulheres, sem remorso e com um senso de impunidade. Acontece todos os dias neste país. Acontece aqui nos degraus do Capitólio. Isso acontece quando indivíduos que ocupam o maior cargo deste país aceitam que mulheres sejam maltratadas e que esse tipo de linguajar seja usada contra todas nós”, finalizou.

Confira o discurso completo de Alexandria Ocasio-Cortez:

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Moda, beleza, autoconhecimento, mais de 11 mil receitas testadas e aprovadas, previsões diárias, semanais e mensais de astrologia!

Receba mensalmente Claudia impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições
digitais e acervos nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de 14,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.