Vídeo alerta sobre as graves consequências de se tratar as mulheres como objetos

Uma poderosa campanha quer que os anunciantes saibam: as consumidoras estão fartas do modo com que são tratadas!

Uma poderosa campanha quer que os anunciantes saibam que os consumidores estão fartos do modo com que as mulheres são tratadas.

Com a hashtag #WomenNotObject, algo como “mulheres, e não objetos”, o projeto lançou um novo vídeo com foco nos padrões de beleza irrealistas impostos às garotas e como eles são prejudiciais. As imagens destacam desde traços bizarros considerados sensuais, como o espaço entre as coxas, até anúncios que retratam a  violência contra as mulheres de maneira fetichizada. Ao longo dessas fotos, as mulheres comentam sobre as consequências perigosas.

No final, os criadores orientam os participantes a “se levantarem” pela causa. Confira:

Reprodução Reprodução

Reprodução (/)

“Eu me levanto por mim. Eu me levanto pelas minhas irmãs, Suzy e Clara.”

Reprodução Reprodução

Reprodução (/)

“Eu me levanto pela minha irmã Amrita.”

Reprodução Reprodução

Reprodução (/)

“Eu me levanto pela minha melhor amiga.”

 

Para ativar as legendas em português, clique no ícone à esquerda da roda dentada.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s