Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Uma lista das autoras que já passaram pelo Prêmio CLAUDIA

No Dia do Escritor (e da Escritora), relembramos os nomes das mulheres que marcaram a literatura brasileira e já foram selecionadas pela premiação

Por Giuliana Bergamo Atualizado em 25 jul 2017, 21h23 - Publicado em 25 jul 2017, 21h14

Simone de Beauvoir disse e é bem difícil de contestar: “Ninguém nasce mulher, torna-se mulher”. Mas é um fato: uma vez tornadas mulheres, temos cá nossas idiossincrasias.

Olhamos o mundo como mulheres, vivemos o mundo como mulheres e contamos as histórias – sejam elas ficção ou não – à nossa maneira também. A experiência feminina não é maior ou menor do que a masculina. Mas é única. Única e, infelizmente, rara.

Contei outro dia: de todos os 113 prêmios Nobel de Literatura já concedidos até hoje, só onze autoras foram laureadas. Não faz muito tempo estive em uma livraria procurando por crônicas de autoras femininas.

Além de um lançamento que eu já tinha lido – Depois a louca sou eu, da Tati Bernardi – e de uma coletânea da Clarice Lispector, não havia mais nada. Acabei levando As Cem Melhores Crônicas Brasileiras, onde encontrei apenas oito textos assinados por escritoras.

Como mulher e pessoa que vive da escrita, digo que essa é uma dura realidade. Seja para escrever ou para ser, todos procuramos referências.

Há pouco mais de seis anos, padeci por essa falta. Eu tinha acabado de me tornar mãe e, consequentemente, sentia uma grande necessidade de ouvir, ler, ver sobre aquela experiência. Infelizmente, não encontrei nada na literatura para me saciar.

Por outro lado, graças a isso que convencionamos chamar de “empoderamento feminino”, mais mulheres têm se encorajado a escrever. Mais editores têm se motivado a publicar mulheres. E as livrarias viram que vale a pena colocá-las em lugar de destaque.

Seja isso apenas uma “modinha”, como disse o publicitário, ou uma expressão real de um tempo em que falhas históricas começam a ser corrigidas, como leitora, escritora e mulher, estou adorando o movimento.

Continua após a publicidade

Na próxima edição de CLAUDIA, que chega às bancas em agosto, anunciaremos as candidatas da categoria Cultura e teremos uma escritora entre elas. Infelizmente, não posso adiantar o nome dela, mas, em homenagem ao Dia do Escritor (e da Escritora), comemorado nesta terça (25), trago aqui uma lista das autoras que já passaram pela premiação.

Alice Ruiz
Poetisa e letrista
2011
Ao todo, a curitibana já publicou 21 livros. São principalmente obras de poesia, mas há também um infantil e uma tradução. Em 2011, foi finalista pela categoria Cultura.

Elisa Lucinda
Poetisa e atriz
2010
Conhecida também por seu trabalho como atriz, Elisa Lucinda é poetisa e fundadora da Casa Poema, onde há quase duas décadas dá aulas no Rio de Janeiro.

Lygia Fagundes Telles
Escritora
Hors-concours em 2010
Uma das maiores escritoras da literatura brasileira, Lygia Fagundes Telles foi a homenageada da edição 2010. Aos 94 anos, é membro da Academia Brasileira de Letras, onde ocupa uma cadeira desde 1985.

Lya Luft
Escritora
2004
É cronista, romancista e colunista da revista VEJA. Seus livros costumam bater recordes de vendas. O não-ficção Perdas & Ganhos, por exemplo, vendeu mais de 150 mil exemplares no ano de sua publicação, 2003, e desbancou Paulo Coelho.

Maria Adelaide Amaral
Dramaturga e escritora
2004
Além de autora de novelas sucesso, como Ti Ti Ti e A Próxima vítima, Maria Adelaide Amaral também escreve teatro e livros. Quase uma história de amor foi vencedor do Prêmio Jabuti.

Ruth Rocha
Escritora de livros infanto-juvenis
2000
Há quase 50 anos, os leitores brasileiros têm a infância encantada pelos livros de Ruth Rocha, que, antes de começar a escrever literatura foi educadora e coordenou publicações infantis da Editora Abril, que publica CLAUDIA.

* Giuliana Bergamo é a jornalista responsável pelo Prêmio CLAUDIA e mestranda do programa de Literatura e Crítica Literária da PUC-SP com pesquisa sobre a construção da personagem feminina nas obras de Elena Ferrante e Ana Maria Machado.

Continua após a publicidade
Publicidade