Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Condenado no caso Richthofen, Cravinhos é preso suspeito de agredir mulher

Condenado por matar os pais da ex-namorada do irmão em 2002, Cristian Cravinhos cumpria pena em regime aberto

Por Da Redação Atualizado em 19 abr 2018, 18h03 - Publicado em 18 abr 2018, 12h13

Cristian Cravinhos foi preso na madrugada desta quarta-feira (18) acusado de agredir uma mulher, portar arma sem autorização e tentar subornar policiais em Sorocaba, no interior de São Paulo. Ele cumpria pena em regime aberto desde agosto do ano passado após ter sido condenado a 38 anos de prisão pela morte do casal Manfred e Marísia von Richthofen, em 2002.

O irmão de Daniel Cravinhos, ex-namorado de Suzane von Richthofen, foi preso em flagrante após a polícia receber uma denúncia de briga de casal. Segundo o G1, Cristian se apresentou como “um dos irmãos Cravinhos” e ofereceu 1 mil reais para não ser detido, além de prometer que seu irmão Daniel, também condenado pelo mesmo crime em 2002, levaria mais 2 mil reais a eles.

Com isso, ele foi preso em flagrante por corrupção ativa e porte ilegal de arma e levado para uma delegacia da cidade.

Em 31 de outubro de 2002, os irmãos Daniel e Cristian Cravinhos assassinaram o casal von Richthofen dentro da mansão da família. A investigação concluiu que o crime foi planejado por Suzane, filha do casal, que namorava Daniel na época. Condenada a 39 anos de prisão, ela está cumprindo pena em regime semiaberto desde 2015, com direito a cinco saídas temporárias por ano do presídio de Tremembé, no interior de São Paulo. 

Continua após a publicidade
Publicidade