Selfie publicada no Facebook ajuda polícia a desvendar crime

Foto publicada no Facebook ajudou autoridades canadenses a encontrar a prova do crime

Parece enredo de filme, mas aconteceu no Canadá. A polícia local foi capaz de solucionar um crime que aconteceu em 2015 por causa de uma selfie no Facebook.

A foto das amigas Cheyenne Rose Antoine, 21 anos, e Brittney Gargol, 18 anos, publicada horas antes do crime, mostra Antoine vestindo um cinto que, posteriormente, utilizou para estrangular Gargol. A peça foi encontrada ao lado do corpo da jovem, que estava com sinais de enforcamento.

A versão inicial apresentada pela acusada à polícia era de que as duas tinham ido a vários bares antes de Gargol sair com um homem desconhecido. Os investigadores, entretanto, suspeitaram do depoimento e decidiram reconstituir a narrativa por meio dos posts das redes sociais pessoais das duas.

Ao fim, Antoine confessou o crime, mas disse as duas estavam bêbadas e sob o efeito de drogas, quando entraram em uma discussão. Afirmou ainda que não se lembra de nada depois disso.

Em nota emitida por meio do advogado de defesa, a garota afirmou estar arrependida. “Eu nunca me perdoarei. Nada que eu diga ou faça trará ela de volta. Eu lamento muito, muito… Isso não deveria ter acontecido”, finalizou.