Robin Wright exigiu o mesmo salário que Kevin Spacey em House of Cards

A atriz teve que pressionar o Netflix para que os produtores reconhecessem a importância de sua personagem e remunerassem seu esforço à altura

House of Cards nasceu como a busca desenfreada do congressista Frank Underwood pelo poder. Mas sua esposa Claire entrou na briga desde o começo e, entre conflitos políticos e amorosos, ganhou tanto espaço quanto o maridão.

Veja mais: Gwyneth Paltrow fala sobre diferença de salários entre homens e mulheres em Hollywood

Os atores que interpretam os personagens, Robin Wright e Kevin Spacey, fizeram sucesso de público e de crítica – ambos foram indicados ao Globo de Ouro por suas atuações em 2014 e 2015, cada um ganhou em um ano. Mas o furor não foi suficiente para que os produtores do Netflix reconhecessem – e remunerassem – os atores igualmente.

Em uma conversa recente na Fundação Rockefeller, em Nova York, Robin admitiu que teve que exigir o mesmo salário que o colega de cena. “Conferi as estatísticas e vi que Claire era mais popular que o Frank em certo período, então resolvi capitalizar em cima disso. Disse: quero ser paga igual ao Kevin”. E foi.