Restos mortais de crianças gêmeas são encontrados em prédio que caiu em SP

Segundo a polícia, Wendel e Werner, de 10 anos, foram identificados; eles moravam em edifício que pegou fogo e desabou no largo do Paissandu

Restos mortais de duas crianças gêmeas foram identificadas pela polícia técnico-científica como sendo dos irmãos Wendel e Werner, de dez anos, A informação foi confirmada por meio de nota da Secretaria de Estado da Segurança Pública de São Paulo.

“O Núcleo de Biologia e Bioquímica do IC [Instituto de Criminalística] informa que o DNA recolhido dos remanescentes humanos de duas crianças encontrados na última quarta-feira (9) apresentou vínculo genético com o material fornecido pela família dos gêmeos”, diz nota da SSP.

Os corpos dos meninos foram encontrados durante buscas na última quarta-feira (9). Eles moravam com a mãe, Selma Almeida da Silva, 40 anos, no edifício Wilton Paes de Almeida, no largo do Paissandu, no centro de São Paulo. A mãe ainda é procurada nos escombros.

Agora, já são quatro mortes confirmadas no desabamento. Além dos meninos, também foram identificados Francisco Lemos Dantas, 56 anos, e Ricardo Oliveira Galvão Pinheiro, de 39 anos, que estava sendo resgatado pelos bombeiros quando o prédio caiu.

Leia também: Como ajudar as vítimas do prédio que desabou

Tudo sobre