CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR R$ 14,90/MÊS

Como ajudar as vítimas do prédio que desabou em São Paulo

Mais de 370 pessoas moravam no Edifício Wilton Paes de Almeida

Por Da Redação Atualizado em 2 Maio 2018, 16h57 - Publicado em 2 Maio 2018, 13h16

O Edifício Wilton Paes de Almeida, que desabou após pegar fogo nas proximidades do Largo do Paissandu, no centro de São Paulo, na madrugada desta terça-feira (1º), abrigava cerca de 150 famílias.

O prédio era ocupado pelo movimento Luta por Moradia Digna e, segundo o capitão dos bombeiros Marcos Palumbo, 372 pessoas habitavam o local. Até a noite de terça, 44 delas estavam desaparecidas, mas as buscas continuam sendo feitas.

No entanto, os moradores que conseguiram escapar da tragédia, voltaram a ficar sem moradia, além de perder documentos e objetos pessoais no incêndio. Por isso, pontos foram montados para receber doações em prol dessas famílias. Estão sendo colicitados cobertores, colchonetes, roupas infantis e de adultos, fraldas e materiais de higiene pessoal, água e alimentos não perecíveis.

Veja onde deixar suas doações em São Paulo:

Cruz Vermelha
Av. Moreira Guimarães, 699, Indianópolis

“O recebimento de doações em nossa sede acontece das 9h às 19h de segunda a sexta e no sábado estaremos em plantão das 9h às 14h. Para os interessados em apoiar como voluntário, pedimos que faça o cadastro no site www.cruzvermelhasp.org.br/sejavoluntario e aguarde o nosso chamado, que acontece via e-mail”, informa publicação no Facebook.

MktMix
Rua Lisboa, 224, Pinheiros; 10h às 19h

Continua após a publicidade

Index Assessoria
Rua Oscar Freire, 379, conj. 141, Jardim Paulista (apenas até quinta-feira 03/05. Itens serão encaminhados para a Cruz Vermelha)

Paróquia Santa Ifigênia
Rua Santa Ifigênia, 30, Santa Ifigênia

Insecta Shoes
R. dos Pinheiros, 342, Pinheiros

Ocupação Mauá
Rua Mauá, 340, Centro

Ocupação Luana Barbosa 
Rua Dr. Augusto Miranda, 22, Vila Pompeia

Continua após a publicidade
Publicidade