Clique e assine Claudia a partir de R$ 8,90/mês

Após ataques racistas, youtuber de 11 anos vira rosto de marca de beleza

Desde 2015, Ana Clara Barbosa mantém um canal com dicas de maquiagem, preparação para festas e conselhos sobre como cuidar do cabelo

Por Maria Beatriz Melero - 31 Maio 2018, 12h46

A youtuber Ana Clara Barbosa, 11 anos, mostrou que é possível vencer o racismo. Vítima de ofensas racistas na internet por conta de sua aparência, a menina tornou-se garota-propaganda de uma marca de beleza.

Na semana passada, Ana Clara estampou uma campanha publicitária da marca Salon Line no Instagram.

View this post on Instagram

A maravilhosa Ana Clara passou o dia todo com a gente hoje! Visitou a Salon Line, bateu papo com a @todecrespa, recebeu várias dicas de como cuidar do seu crespo lindo e se divertiu – assim como nós! Nosso coração está cheio de alegria! #salonline

Continua após a publicidade

A post shared by Salon Line (@salonlinebrasil) on

A youtuber recebeu o convite após receber ataques racistas em sua conta no YouTube.

Ana Clara mantém desde 2015 um canal no site de vídeos sobre dicas de maquiagem, preparação para festas e conselhos sobre como cuidar do cabelo.

Continua após a publicidade

Nas últimas semanas, contudo, Ana Clara passou a receber críticas negativas e ofensas de cunho racista por conta de sua aparência.

Os ataques comoveram não só a marca de beleza, como internautas, que saíram em apoio à menina.

Após o caso de racismo, a conta de Ana Clara passou a reunir mais de 100 mil inscritos e mensagens de solidariedade foram enviadas à menina. “Num Brasil onde o preconceito se torna cada vez mais hediondo,o respeito, amor e carinho deve ser demonstrado cada vez mais intenso”, comentou uma usuária.

Leia mais: A importância da representatividade na luta contra o racismo

Publicidade