Clique e assine Claudia a partir de R$ 8,90/mês

Prêmio CLAUDIA: Conheça a história da maior premiação feminina da América Latina

Desde 1996, o Prêmio CLAUDIA reconhece e recompensa o trabalho transformador de algumas mulheres brasileiras. Defender a inovação e o empoderamento feminino é uma de suas bandeiras. Entenda como é a seleção das finalistas.

Por Redação CLAUDIA - Atualizado em 22 out 2016, 17h22 - Publicado em 12 fev 2015, 10h41

O Prêmio CLAUDIA representa a maior premiação feminina da América Latina – teve sua primeira edição em 1996 com o objetivo de descobrir e destacar mulheres competentes, talentosas, inovadoras e empenhadas em construir um Brasil melhor. Desde então, com coragem e ousadia, ano a ano, mais e mais finalistas do Prêmio provam que é possível encontrar soluções para os mais variados problemas da nossa sociedade.

Em 19 anos de existência, o evento já selecionou mulheres de todos os estados brasileiros. Elas servem de inspiração, transmitem perseverança e amor ao próximo, valorizam a contribuição da mulher para uma sociedade mais justa, mais solidária, mais feliz.

A seleção das finalistas começa no mês de janeiro, quando a equipe do Prêmio CLAUDIA convida personalidades (cientistas, acadêmicos, empreendedores sociais, empresários, políticos, escritores renomados e cineastas) para indicar suas candidatas. Participantes de anos anteriores e leitoras também dão sua contribuição. Dessa troca de informações, são selecionadas 250 mulheres atuantes em cinco categorias: Ciências, Políticas Públicas, Cultura, Negócios e Trabalho Social. Depois de uma rigorosa pesquisa sobre as grandes realizações dos nomes sugeridos, são definidas três finalistas por categoria.

Em 2009, foi criada uma nova categoria, a Homenageada Especial, que premia uma personalidade pelo conjunto da obra e história de vida. Em 2011, a escolhida foi a apresentadora de TV, cantora e atriz Hebe Camargo; antes dela, a atriz e diretora Bibi Ferreira e a escritora Lygia Fagundes Telles. Desde 2011, há também a categoria Consultora Natura Inspiradora, que destaca o trabalho voluntário de cinco revendedoras da marca patrocinadora do Prêmio CLAUDIA.

Outro momento emocionante é quando a equipe do Prêmio CLAUDIA reúne as finalistas em São Paulo. Na noite anterior à grande festa, em um jantar oferecido especialmente a elas, todas se conhecem e compartilham suas conquistas. Como são mulheres de grande iniciativa, em questão de minutos já estão trocando impressões, experiências, histórias, opiniões, projetos e contatos. No final do jantar uma eficiente rede está formada.

O júri do Prêmio CLAUDIA é formado pelas leitoras (que podem votar aqui no site a partir de agosto), pela direção da revista CLAUDIA e por uma comissão de dez personalidades. Este ano, a festa de premiação será realizada no dia 14 de outubro, no Auditório Ibirapuera, espaço nobre da capital paulista.

Continua após a publicidade
Publicidade