Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Policial militar amamenta bebê abandonado pela mãe: “O menino gritava de fome e isso me tocou”

A capitã Ana Paula Moutinho, da PM do Rio de Janeiro, é mãe de uma criança de 11 meses e ficou sensibilizada pelos choros do neném desconhecido.

Por Redação CLAUDIA 18 out 2016, 12h04

Ana Paula Moutinho, capitã da polícia militar do Rio de Janeiro, está ganhando as redes por um ato de amor materno. Chamada para atender uma ocorrência na comunidade do Terreirão, no bairro do Recreio, Ana Paula chegou a uma igreja evangélica e se deparou com uma mãe querendo abandonar o filho de 28 dias. A policial é mãe de um garoto de 11 meses e se disse tocada pela situação de abandono, inclusive por sua dificuldade para ter o filho – “foram pelo menos quatro abortos espontâneos”, contou ao jornal Extra.

Ao relatar o ocorrido seu perfil do Facebook, a policial explicou que pegou o bebê no colo temendo que a mãe “fizesse alguma loucura”, pois “estava bem alterada”. Ana Paula convenceu a mãe a levar o pequeno à avó paterna da criança. Ao perceber que o bebê estava com muita fome, deu de mamar.  “O menino gritava de fome e isso me tocou. Demorei muito para engravidar. Quando ela voltou com as coisas dele fomos para a DP. Não quis pegar o filho no colo e foi em outra viatura. E eu fui amamentando ele o tempo todo”, postou Ana Paula em seu perfil do Facebook.

Reprodução/ Facebook Ana Paula Moutinho
Reprodução/ Facebook Ana Paula Moutinho

 A página da Policial Militar do Estado do Rio de Janeiro também compartilhou a história em um post com a hashtag #MaisqueServireProteger.

Continua após a publicidade
Publicidade