“Não devemos ter medo da palavra ‘feminista'”, diz primeiro-ministro do Canadá

Justin Trudeau, que já assumiu o cargo falando em defesa da igualdade de gênero, foi destaque no Fórum Econômico Mundial

O primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, roubou a cena no Fórum Econômico Mundial, realizado em Davos, na Suíça. Com seu tom enérgico, ele quebrou a atmosfera sombria da conferência com o otimismo ao discursar sobre a igualdade de gênero no mundo dos negócios e da política.

Trudeau explicou a sua intenção de instruir os seus dois filhos e sua filha a tratarem seus colegas de forma igualitária. Ainda segundo ele, todas as pessoas merecem ser respeitadas e receber incentivo para concretizar as suas ambições. Se não bastasse, acrescentou: “E, a propósito, não devemos ter medo da palavra ‘feminista’. Os homens e as mulheres devem usá-la para descrever-se a qualquer momento”.

Não é a primeira vez que ele demonstra simpatia e apoio à causa. Assim que tomou posse do cargo, em novembro passado, ele nomeou mulheres para chefiar a metade de seus ministérios – formado agora por  15 ministras e 15 ministros. Quando questionado sobre o motivo da escolha, sem pensar, soltou um sonoro: “porque estamos em 2015”. 

E nós estamos com você, Justin!