Clique e assine Claudia a partir de R$ 5,90/mês

Mulher leva tiro e denuncia marido escrevendo nome dele com sangue em maca

Ela encontrou forças para denunciar o agressor

Por Da Redação - Atualizado em 18 fev 2020, 11h32 - Publicado em 27 jan 2019, 16h29

Uma mulher levou um tiro na cabeça, em Carpina, em Pernambuco, mas ela conseguiu forças para denunciar o marido. O homem foi preso em flagrante após cometer o crime dentro de casa. Desesperada e gravemente ferida, a vítima escreveu o nome dele na maca com o sangue dos ferimentos.

Segundo a Polícia Civil, o segurança Evaldo de Andrade Silva atirou em Elaine Maria de Santana na quarta-feira (23). Logo após, ele ainda pediu ajuda aos vizinhos para levar a mulher para um hospital da cidade.

A gravidade dos ferimentos era tão grande, que Elaine foi transferida para o Hospital da Restauração (HR), na área central do Recife. Na unidade de saúde, ela passou por neurocirurgia e tem quadro de saúde considerado estável.

Durante entrevista coletiva, a delegada Bárbara Fort explicou como a polícia chegou até o autor da tentativa de feminicídio. Segundo ela, Elaine, mesmo debilitada e sem condições de falar, usou gestos para se comunicar com a polícia.

“A gente perguntou se o responsável pelo tiro era o companheiro e ela fez gesto positivo. Também questionamos se o tiro teria sido disparado de forma acidental e ela negou, também com gestos”, contou.

A prisão em flagrante aconteceu logo após o crime, quando Evaldo voltou para a residência do casal para levar os filhos de Elaine, que ela teve em um relacionamento anterior.

A polícia informou que também prendeu Davi Israel Pereira da Silva, um vizinho de Evaldo que guardou a arma usada no crime. Os dois se preparavam para a fuga quando foram capturados.

 

Continua após a publicidade
Publicidade