Miss Brasil 2017 sofre comentários racistas na Internet

Terceira mulher negra vitoriosa em sete décadas de prêmio, a modelo foi alvo de comentários como "tem cara de empregadinha".

No último sábado (19) aconteceu a 63ª edição do prêmio Miss Brasil. O concurso contou com uma vencedora negra pelo segundo ano consecutivo, embora ela seja apenas a terceira desde sua inauguração, em 1954.

Esses dados são alarmantes e abrem espaço para discutir a representatividade negra em concursos de beleza, dada a predominância do padrão branco e eurocêntrico.

Não bastasse a lacuna de representação, a beleza e existências negras ainda são atacadas. A vencedora do Miss Brasil 2017, a piauiense Monalysa Alcântara, de apenas 18 anos, foi alvo de comentários racistas na internet logo após ganhar o concurso.

Alguns dos ataques mencionavam a Miss Rio Grande do Sul, manifestando aborrecimento por a gaúcha ter perdido a disputa. Internautas protestaram no Twitter, afirmando que a brasilidade também era branca, e questionando a capacidade intelectual de Monalysa.

 

 (Twitter/Reprodução)

 (Twitter/Reprodução)

Uma internauta fez uma comparação entre o padrão branco e racista que as negras sofrem diariamente desde os tempos mais primórdios, com ter uma opinião pessoal sobre alguém.

 (Twitter/Reprodução)

Em compensação, houveram muitos comentários positivos exaltando a conquista de Monalysa.

 (Twitter/Reprodução)

 (Twitter/Reprodução)

 (Twitter/Reprodução)

É preciso ressaltar que a luta pela igualdade racial vai muito além de achar ou não uma mulher negra bonita. É sobre a igualdade de direitos, representatividade em locais onde não há ou há poucas pessoas negras, e principalmente ocupar todas as posições na sociedade.

Em 63 anos de Miss Brasil, apenas três mulheres negras ganharam: a primeira foi Deise Nunes, em 1986. A segunda foi Raissa Santana, em 2016. E agora, Monalysa Alcântara. A conquista delas merece ser comemorada, entretanto, isso mostra que ainda há muito chão para alcançar a igualdade racial tanto não só no concurso, mas em todos os espaços.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s