Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Ministra diz que ‘meninos vestem azul e meninas, rosa’ e famosos reagem

Após fala de Damares Alves, do Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos, celebridades se manifestaram nas redes sociais sobre cor não ter gênero

Por Da Redação Atualizado em 18 fev 2020, 12h07 - Publicado em 3 jan 2019, 18h20

Essa “chuva” de looks azuis e rosas nas redes sociais, principalmente na dos famosos, tem uma explicação. Empossada ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, a advogada e pastora evangélica Damares Alves afirmou, em vídeo que circulou nas redes sociais nesta quinta-feira (3), que o Brasil entra em “nova era” em que “meninos vestem azul e meninas vestem rosa“. A fala seria uma crítica ao que ela considera “ideologia de gênero”.

O vídeo foi feito após a posse da ministra, na quarta-feira (2). As imagens foram gravadas em uma sala do ministério, de acordo com informações da assessoria de comunicação da ministra. No fim das declarações, ela é aplaudida pelo público presente.

Em seu discurso durante a posse, a ministra reafirmou que pretende acabar com o “abuso da doutrinação ideológica de crianças e adolescentes no Brasil”. Além disso, ela falou que “meninas serão princesas e meninos serão príncipes”. O ministério comandado por Damares foi criado por Jair Bolsonaro e será responsável por gerir políticas de promoção aos direitos humanos.

A declaração da ministra gerou polêmica, e o termo “Cor não tem gênero” foi um dos mais mencionados no Twitter. Diversas celebridades, inclusive algumas que declararam apoio à candidatura de Jair Bolsonaro, se manifestaram nas redes sociais rechaçando a frase proferida por Damares.

A atriz e apresentadora Fernanda Paes Leme publicou uma foto vestida de azul com a legenda: “Meninas e meninos se vestem como querem” e uma série de corações com as cores do movimento LGBTI. Também atriz, Mônica Iozzi publicou foto vestindo azul. A cantora Maria Rita escreveu: “A quem interessar possa: eu visto a cor que eu bem entender, tá? E sou mulher pacas!”.

View this post on Instagram

Meninas e Meninos se vestem como querem! ❤🧡💛💚💙💜🖤

A post shared by Fernanda Paes Leme (@fepaesleme) on

View this post on Instagram

Vesti azul… Minha sorte então mudou… 👕 (Foto de @andreadematte )

A post shared by Monica Iozzi & AD Júnior (@monica.iozzi) on

A atriz Alice Wegmann citou dados de feminicídio, de violência doméstico e de crianças sem pai no registro antes de finalizar: “… e a ministra preocupada que tem menino que menino tem que vestir azul e menina rosa”.

View this post on Instagram

meninas usam azul meninos usam rosa e a mistura de azul e rosa é roxo que significa #ELENÃO! 💙💕💜 “quase 6 milhões de crianças sem pai no registro, quinta maior taxa de feminicídio do mundo, mais de 20 milhões de mulheres criando seus filhos sozinhas, violência doméstica, adultério, pai sem pagar pensão, criança morando na rua, e a ministra preocupada que menino tem que vestir azul e menina tem que vestir rosa”.

A post shared by Alice Wegmann (@alice.weg) on

Veja outros famosos que se manifestaram:

View this post on Instagram

Vesti azul e a sorte, então, mudou. 💙💙💙💙💙💙💙💙💙💙💙💙

A post shared by Fátima Bernardes (@fatimabernardes) on

View this post on Instagram

Atenção para a nova era. A do despautério, da tolice, do despropósito. Meninos e meninas, usem a cor que quiser. #azulourosa

A post shared by Preta Ferreira (@fabioassuncaooficial) on

 

Continua após a publicidade

View this post on Instagram

vamos de rosa…

A post shared by Rodrigo Hilbert (@rodrigohilbert) on

View this post on Instagram

#Repost @midianinja: #MeninosVestemRosa : ) feat #CaetanoVeloso – arte @manoelaczr (camiseta disponível na loja da @midianinja, link nos stories) midianinja.org/loja . 🎧 Siga minha playlist #Política no @spotify: http://bit.ly/CaetanoPolitica . #CaetanoVeloso #UnsProduções

A post shared by Caetano Veloso (@caetanoveloso) on

View this post on Instagram

🤬🤬🤬 #ritalee #robertodecarvalho #euusoacorqueeuqueroporra

A post shared by Rita Lee (@ritaleejones) on

View this post on Instagram

carnaval em azul e rosa

A post shared by Clarice Falcão (@clarafalcao) on

View this post on Instagram

“Uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa”. Um belo exemplo da criatividade linguística. Esta frase é constituída apenas pelas seguintes palavras: uma, artigo indefinido; outra, pronome adjunto indefinido; é, forma do verbo ser, copulativo e de significação indefinida; e coisa, de significação imprecisa e subentendendo tudo o que quisermos. E foi apenas com estes elementos que surgiu a frase acima que sintetiza um axioma da lógica popular. #userosa #useazul #acornãonosdefine

A post shared by Marcio Garcia : ) (@oficialmarciogarcia) on

View this post on Instagram

Vesti azul … 🎶🎵💙

A post shared by Leticia Spiller (@arealspiller) on

View this post on Instagram

Rosa ou azul? 🤔 Tanto faz.

A post shared by Luciano Huck (@lucianohuck) on

Após as críticas, a ministra se pronunciou. “Fiz uma metáfora contra a ideologia de gênero, mas meninos e meninas podem vestir azul, rosa, colorido, enfim, da forma que se sentirem melhores”, disse ao jornal O Estado de S. Paulo. 

Continua após a publicidade
Publicidade