Clique e assine Claudia a partir de R$ 5,90/mês

Michelle Obama vai lançar livro de memórias em novembro

“Becoming” vai ser publicado em 24 idiomas simultaneamente

Por Alessandra Balles - Atualizado em 25 fev 2018, 17h10 - Publicado em 25 fev 2018, 16h55

Michelle Obama, 54 anos, ex-primeira-dama dos EUA, anunciou que vai lançar um livro de memórias em 13 de novembro. “Becoming” será publicado simultaneamente em 24 idiomas.

“Escrever ‘Becoming’ tem sido uma experiência profundamente pessoal”, postou Michelle em seu Twitter. “Permitiu, pela primeira vez, refletir honestamente sobre a trajetória inesperada da minha vida… Como uma pequena garota do lado sul de Chicago encontrou sua voz e desenvolveu a força para usá-la para capacitar os outros.”

Ela já havia lançado um livro em 2012, “American Grown”, sobre suas iniciativas de nutrição na Casa Branca, por exemplo, a horta no jardim da residência oficial.

View this post on Instagram

Writing BECOMING has been a deeply personal experience. It has allowed me, for the very first time, the space to honestly reflect on the unexpected trajectory of my life. In this book, I talk about my roots and how a little girl from the South Side of Chicago found her voice and developed the strength to use it to empower others. I hope my journey inspires readers to find the courage to become whoever they aspire to be. I can't wait to share my story. Please visit the website in my bio for more information.

A post shared by Michelle Obama (@michelleobama) on

Sobre “Becoming”, Markus Dohle, CEO da Penguin Random House, editora do livro, declarou que é “inusitadamente íntimo de uma mulher de alma e substância que desafiou constantemente as expectativas, e cuja história nos inspira a fazer o mesmo”.

Barack Obama também está escrevendo suas memórias presidenciais, com lançamento esperado para 2019.

Continua após a publicidade

Segundo a editora, 1 milhão de livros serão doados em nome do casal Obama para um programa educacional sem fins lucrativos chamado First Book.

Em seu número reduzido de aparições públicas desde a saída da Casa Branca, Michelle deu algumas dicas sobre o livro, dizendo principalmente que espera ser inspirador.

“O que as meninas e os jovens precisam é um amor e um apoio consistentes e a confiança de que são dignos. Eu tinha isso”, disse sobre a família.

Além de histórias inspiradoras, os leitores também podem esperar uma visão de seu tempo na Casa Branca.

“Quando você está nisso, você não tem um momento, um segundo, para pensar”, disse ela durante uma conversa em setembro passado, de acordo com a CNN.com. “Esta é a primeira vez, em oito anos, provavelmente dez anos, que terei a chance de pensar sobre o que tudo significou.”

 

 

 

Continua após a publicidade
Publicidade