Assine CLAUDIA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Marcia de Luca: “Livre-se do que está encalhado há anos e faça uma faxina nas emoções”

Aproveite este início de ano para desapegar daquilo que você não usa mais. Vale objetos, roupas e até sentimentos. Só assim você consegue seguir em frente com o coração livre para novas experiências.

Por Marcia de Luca
Atualizado em 22 out 2016, 20h02 - Publicado em 6 jan 2015, 06h00

Todo começo de ano, paramos para refletir sobre nossa vida, sempre com a esperança de que dias melhores virão. Mas, no final, nos enfiamos no corre-corre habitual e tudo continua na mesma toada. Pois, desta vez, que tal olhar para nossos padrões de comportamento com outros olhos? Quero dizer, com olhos que escrutinam, analisam e percebem verdadeiramente o que está acontecendo. Sem julgar! Só assim poderemos mudar características que não nos cabem mais e modos de agir arraigados, mas equivocados. Sim, como você já sabe, temos dentro de nós o poder de criar a própria realidade. Para o nosso bem ou para o nosso mal.

Vamos, então, utilizar esse poder em nosso benefício, em particular para nos livrar de autoboicotes. É o único meio de nos tornarmos seres humanos mais plenos. Afinal, o que desejamos a nós mesmas e a todos a cada ano não é mais prosperidade e felicidade? Falta agir. Para contribuir, proponho um exercício. Com papel e caneta, sente-se confortavelmente diante de uma mesa. Feche os olhos e faça ciclos de respiração profunda para se acalmar. Quem controla sua respiração controla a mente e pensa melhor. Concentre-se só no aqui e agora, como se o mundo lá fora não existisse. Esqueça preocupações e compromissos. Foque.

Comece a listar objetos e utensílios que você não usa há um tempão e só guarda porque acha que um dia poderá precisar para uma finalidade qualquer. Relacione, em seguida, roupas, sapatos, bijuterias, bolsas e outros acessórios que andam encostados faz tempo e você mantém no armário achando que, um dia, poderá surgir uma ocasião apropriada para usá-los mais uma vez. Agora, vasculhe o que está atravancando o seu coração: raiva, ressentimentos, tristeza, medos e tantos sentimentos negativos que parecem um iceberg dentro de você.

Aqui é hora de fazer uma pausa. Respire e pense: tudo que você anda guardando – no mundo exterior e também no interior – atua contra a sua desejada prosperidade. Já ouviu isso? A milenar sabedoria oriental ensina que é preciso deixar espaço vazio para criar o novo. Ninguém consegue colocar um móvel no lugar onde outro já se encontra. É simples assim. Somente se desfazendo do que se tornou inútil podemos properar. É a força imensurável do vazio. Saiba: o vácuo tem a incrível capacidade de atrair coisas boas inéditas e trazer abundância. Mas, se acumulamos objetos inúteis em casa e sentimentos fúteis no coração, não sobra cantos desocupados. E nada acontece… Pior: quando guardamos por guardar, mandamos a mensagem para o cérebro e todas as nossas células de que não acreditamos tanto no amanhã. É como se achássemos que coisas podem nos faltar e não teremos como suprir as necessidades. Largue essa ideia!

Continua após a publicidade

Além do mais, existe a implacável lei de que é preciso dar para receber. Por isso, quem doa sempre ganha. Então, mãos à obra: 2015 já começou! Limpe gavetas, armários, prateleiras, quartinhos, depósitos… Livre-se daquilo que está encalhado há anos. Aproveite a oportunidade para passar adiante os pertences que nem deveriam mais ser seus. Entregue a quem precisa e achará grande utilidade.

Faça igual faxina nas emoções. Para que guardar raiva e gastar energia com o que nem faz mais sentido? Isso acorrenta a vida. Abra vagas para o novo entrar em sua casa e no seu coração. Depois, compartilhe o conceito do vazio com amigos e familiares. Transmita essa ideia! Fique certa de que mais abundância virá para você – e para todos ao seu redor. 

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

O mundo está mudando. O tempo todo.
Acompanhe por CLAUDIA e tenha acesso digital a todos os títulos Abril.

Acompanhe por CLAUDIA.

Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Moda, beleza, autoconhecimento, mais de 11 mil receitas testadas e aprovadas, previsões diárias, semanais e mensais de astrologia!

Receba mensalmente Claudia impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições
digitais e acervos nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 12,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.