Jennifer Lawrence levanta debate sobre diferença salarial entre homens e mulheres

Para atriz, mulheres precisam perder o medo de negociar melhores salários

A atriz Jennifer Lawrence tem se tornado uma importante porta-voz do movimento feminista. Em uma recente entrevista a Charlie Rose, ela debateu a diferença salarial entre homens e mulheres e revelou que se sente culpada por essa realidade persistir.

“Quando eu descobri quão inferior era o meu salário em relação aos sortudos com pênis, eu não fiquei brava com as empresas. Eu fiquei com raiva de mim mesma, porque eu falhei como uma negociadora. Eu desisti cedo”, disse Lawrence.

Ela reiterou que esse debate deve começar entre os setores privilegiados e onde se concentra a riqueza.  A atriz acredita que uma discussão pública sobre a diferença salarial seria benéfica para todas as mulheres que trabalham. Nós concordamos.

Para ela, o preconceito de gênero está internalizado, atuando como forças invisíveis que moderam a nossa crença de que podemos negociar melhores salários em entrevistas de emprego ou conversas com nossos chefes.

“Como mulher, que quase colocou esse viés de gênero em si mesma, eu gostaria de dizer que eu sinto que negociar é difícil. Eu me sinto desconfortável pedindo mais dinheiro. Eu não quero parecer como um moleque. Eu quero ser aquela pessoa que vai dizer o que é realmente difícil de dizer. Mas isso é realmente estranho e realmente difícil. Um dia eu quero ser capaz de apenas negociar melhor, e não precisar fazer uma piada ou tentar torná-la bonito, mas apenas dizer”, afirmou.