Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Homem é condenado após infectar propositalmente mulheres com HIV

Para efetivar sua intenção, rapaz ameaçava as vítimas e tinha relações sexuais com elas sem o uso de preservativo

Por Da Redação 2 jun 2018, 12h51

Renato Peixoto Leal Silva foi condenado a sete anos de prisão por contaminar mulheres com o vírus HIV propositalmente no Rio de Janeiro.

A condenação foi confirmada no último dia 18, segundo informações do G1. Na sentença, a juíza Luíza Regina Esteves de Magalhães, da 19ª Vara Criminal, garante que não resta dúvidas quanto às intenções do acusado.

Renato conhecia as mulheres em redes sociais. Posteriormente, as convidava para ir a seu apartamento, onde tinha relações com elas sem o uso de preservativos. Para realizar o ato sexual, muitas vezes o homem submetia as vítimas a ameaças. “Eu vou te sequestrar amanhã. Vou chegar nesse seu trabalho e vou te levar nem que seja só para dormir comigo. Eu não tenho nada a perder”, disse ele em áudio revelado em 2015, na época em que as investigações iniciaram.

Em entrevista ao G1, uma mulher que preferiu manter sua identidade preservada conta que manteve relacionamento com o homem por dois meses, mas não chegou a ser contaminada. Entretanto, decidiu realizar a denúncia à polícia por saber que outras mulheres haviam sido.

“Sei que ele já vinha agindo assim há muitos anos. Encontrei no computador vídeos dele fazendo sexo com cinquenta mulheres diferentes, e sei de pelo menos duas que foram contaminadas”, contou.

Leia mais: Por que os casos de HIV dispararam entre os jovens brasileiros?

 

 

 

Continua após a publicidade
Publicidade