“Há sangue nas suas mãos”, diz viúva de Marielle a governador do Rio

Durante o evento em biblioteca do RJ, Mônica cobrou rapidez de Pezão na investigação do caso

Nesta quinta-feira (29) a viúva de Marielle Franco, Mônica Tereza Benício, encontrou o governador do Rio de Janeiro Luiz Fernando Pezão durante o evento de reabertura da Biblioteca Parque de Manguinhos. Ambos estavam presente no local para homenagear a vereadora morta há 15 dias e que batiza, agora, o espaço.

Durante o evento, Mônica fez um discurso emocionado sobre a esposa e cobrou de Pezão rapidez na investigação do caso. ”Seu governador, desculpe, mas há sangue nas suas mãos e nas mãos de todos que estão aqui, enquanto o caso da Marielle não for resolvido”, disse.

Mônica ainda lembrou das lutas de Marielle e disse que suas bandeiras seguirão vivas. “Há sangue nas mãos de todos aqueles que não lutarem contra o racismo e contra a homofobia e continuarem vivendo este estado absurdo que a gente vem vivendo, nesse caos de violência. A Marielle levantava bandeiras importantes. Tentaram matar uma mulher e ressuscitaram uma esperança. Marielle vive e continuará lutando pelas bandeiras que acreditava. Marielle vive, Marielle presente.”

Leia mais: Monica Benicio: a história do grande amor de Marielle Franco