Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Campanha visa combater o vazamento de fotos e vídeos íntimos de mulheres

#JuntasContraVazamentos é nome do movimento que ajuda aquelas que tiveram fotos íntimas vazadas na internet

Por Stephanie Bevilaqua (colaboradora) Atualizado em 28 out 2016, 04h07 - Publicado em 4 mar 2015, 15h15

A marca de cuidados femininos lançou uma campanha que visa proteger mulheres que tiveram fotos ou vídeos íntimos divulgados sem consentimento na internet. Chamado #JuntasContraVazamentos, o movimento conta com um aplicativo no Facebook, feito em parceria com a Safernet, ONG brasileira  que defende os direitos humanos na internet. 

A plataforma dá auxílio para mulheres que já passaram por esse problema e dá dicas de como manter as fotos (que quiser) em seus dispositivos móveis – sem correr o risco que elas sejam divulgadas. 

Para divulgar a campanha, a marca lançou um vídeo com Sabrina Sato em que as imagens são feitas por uma câmera de celular e a apresentadora aparece seminua, levantando da cama. A impressão é que foi feito e publicado por algum parceiro sem o consentimento da moça, prática condenável que vem crescendo a cada ano.

 

 

Continua após a publicidade
Publicidade