Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Blogueira revela que sofreu distúrbio alimentar

A americana bebia álcool até passar mal para não sentir fome

Por Isabella D'Ercole Atualizado em 28 out 2016, 12h16 - Publicado em 23 out 2015, 15h03

Aos 15 anos, passando pela puberdade, Cami Petyn se viu ganhando peso. “É uma coisa natural da idade, mas eu não entendia isso naquela época”, conta ela em um vídeo forte que postou em seu perfil do Youtube, Supreme Banana. Loira e de olhos azuis, desde criança ela estava acostumada a ser abordada por olheiros de agências de modelo e até fez algumas fotos. “Isso me fez ser muito consciente quanto ao meu corpo, mas de uma maneira extrema. Meu sonho era ser modelo de alta costura”, afirma. Por isso, quando percebeu os ponteiros da balança subindo, entrou em pânico. Primeiro, decidiu fazer dieta. Tentou a paleolítica, a Atkins, a da proteína, mas sem se manter firme a nenhuma, a magreza desejada não vinha. Nesse ponto, realmente desesperada, teve a ideia de começar a vomitar o que comia. “Ninguém tinha me falado das consequências negativas de um distúrbio alimentar. Então, um dia, depois do jantar, fui ao banheiro e forcei o vômito. Não foi tão ruim, senti um alívio, aí continuei fazendo”, relata. Cami nunca dividiu isso com os pais ou com qualquer amiga, pois tinha medo que alguém a fizesse parar e que o peso voltasse a aumentar. “Virou um vício e eu só conseguia pensar sobre o meu peso e quão feia eu me sentia. Eu me odiava, queria me destruir.”

Reprodução / Supreme Banana
Reprodução / Supreme Banana

Bulímica e anoréxica, Cami passou a beber álcool até vomitar para evitar comer: “Cheguei a vomitar sangue, mas nunca pensei sobre minha saúde. Eu só me importava em ser magra”. Depois de um ano nesse ciclo autodestrutivo, sem conseguir sentir sabor ou comer normalmente, cheia de dores e destruindo seu corpo, Cami tentou se recuperar. Porém, por mais dois anos ela teve diversas recaídas. “Estava completamente deprimida, o distúrbio tinha tomado conta de mim. Eu não queria mais vomitar, mas não conseguia evitar ir ao banheiro e colocar tudo pra fora”, lembra.

Reprodução / Supreme Banana
Reprodução / Supreme Banana

O que salvou Cami, segundo ela, foi o veganismo. É a única dieta que a faz feliz e confortável com o que ela está comendo. Hoje, Cami mostra no Instagram e no Youtube sua rotina saudável. Entretanto, ela ainda é muito insegura quanto ao seu corpo e deseja perder peso. Para isso, segue o cardápio “raw till 4”, em que ela só come alimentos crus até 4 da tarde. Ela afirma que dividir sua história no vídeo foi a maneira que encontrou de ajudar outras meninas: “Vocês que estão passando por isso, procurem ajuda!”.

 

Continua após a publicidade
Publicidade