Clique e assine Claudia a partir de R$ 8,90/mês

Brasileira que vota no Globo de Ouro 2020 comenta sobre bastidores

A jornalista Ana Maria Bahiana conversou com CLAUDIA e revelou que Ricky Gervais como apresentador foi escolha da NBC, não dos jornalistas estrangeiros

Por Ana Claudia Paixão - Atualizado em 17 fev 2020, 10h29 - Publicado em 6 jan 2020, 19h05

A jornalista Ana Maria Bahiana tem mais de 30 anos de cobertura sobre a indústria do entretenimento em Los Angeles.  Como membro da Associação de Correspondentes Estrangeiros de Hollywood, a Hollywood Foreign Press Association, é também uma das duas únicas votantes brasileiras do Globo de Ouro. Ana é a editora adjunta do site oficial da Associação, e, no meio da correria do dia após a festa, falou com CLAUDIA sobre a 77ª Cerimônia do Globo de Ouro.

Ana Maria Bahiana cobre o mundo de entretenimento em Hollywood há mais de 30 anos Arquivo Pessoal/Reprodução

 CLAUDIA: Quem foi o/a mais assediado(a) no backstage?
AMB: Backstage não existe, propriamente, porque estamos num hotel, mas temos um green room para o talento e três salas para coletivas e fotógrafos. O “backstage” é uma ala do hotel onde eu estava com junto com a produção, os roteiristas, os runners, os fotógrafos, a segurança e tudo mais. Então não deu para ver..

O discurso e a homenagem à Tom Hanks foi um dos momentos emocionantes da noite Daniele Venturelli/WireImage/Getty Images

 

CLAUDIA: Algum discurso te emocionou mais?
AMB: Muitos. Michelle Williams e Tom Hanks especialmente… muita gente. Como escrevi ontem [no twitter]: Tom Hanks recebeu uma das maiores ovações que já vi. E olha que já vi muitas.

CLAUDIA: A premiação precisa mesmo levar 3h? Há algum plano de reduzir a duração?
AMB: A duração já é a mais curta dos eventos de prêmios, então isso não deve mudar..

Embora Ricky Gervais tenha culpado à Hollywood Foreign Press Association pelo convite, a sugestão do nome dele veio por parte da NBC Paul Drinkwater/NBCUniversal Media, LLC/Getty Images

CLAUDIA: Ricky Gervais: polêmico, ácido, até grosseiro. A relação dele com a Hollywood Foreign Press Association é de liberdade, obviamente, mas qual a importância da ‘ tensão’ que ele traz para a cerimônia?
AMB: Foi uma escolha da NBC, não nossa. Em termos do que acontece no show, a NBC tem o lead. Eles propõem nomes [para apresentação], e a diretoria da Hollywood Foreign Press Association aprova ou não. Houve muita discussão, mas acabou sendo aprovado.

CLAUDIA: Piadas quanto ao sotaque dos jornalistas estrangeiros ou quanto a compreensão do inglês é comum, mas, nos dias de hoje, não teria uma xenofobia implícita? Artistas não fazem brincadeiras depreciativas com os outros prêmios… Isso incomoda a HFPA de alguma maneira?
AMB: Estou contigo nessa. Achei de muito mau gosto mas, de novo, quem faz esse roteiro é o pessoal da NBC

CLAUDIA: Algum palpite para futuras premiações?
AMB: Não estou nem pensando em Oscar…  E para o Globo de Ouro está muito cedo pra saber. Só vamos começar a pensar nos Globos 21 lá para junho. 

 

Leia também: Globo de Ouro 2020: Discursos de Vencedoras são os melhores da Noite

+ Globo de Ouro 2020: as imagens que bombaram nas redes sociais

Continua após a publicidade

+ Globo de Ouro 2020: Os melhores looks das famosas no tapete vermelho

Publicidade