87% das mortes de mulheres em MG são feminicídio

Estado divulga pela primeira vez números específicos desse tipo de crime

Em Minas Gerais, 86,68% _ou 387_ das 458 mortes violentas de mulheres são feminicídio, segundo relatório da Secretaria da Segurança Pública com dados de 2016.

No primeiro semestre deste ano, foram 199 casos desse tipo de crime, que acontece especificamente porque a vítima é mulher. Foi a primeira vez que a secretaria divulgou uma estatística separada para feminicídio. Lei do Feminicídio entrou em vigor em março de 2015.

Não há uma estatística oficial sobre números de feminicídio no Brasil, mas os dados mais aceitos são o do Mapa da Violência. Ele não inclui especificamente esse tipo de crime, mas aponta que 50% das mortes violentas de mulheres são cometidas por parentes, o que é um forte indicativo. Assim, a porcentagem mineira está bem acima da nacional.

Um dos gargalos desse tipo de estatística é a subnotificação e a classificação incorreta no momento do registro da tipificação do crime.

Leia mais: No Brasil, ser uma mulher negra dobra seu risco de morte

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s