Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

20% das mulheres em SP já sofreram preconceito por ser mulher

Dado é relativo ao ambiente de trabalho e foi levantado pela instituição Nossa São Paulo em parceria com o IBOPE

Por Da Redação 8 mar 2018, 20h11

Cerca de um quinto das 428 mulheres entrevistadas pela Nossa São Paulo em parceria com o IBOPEsofreu preconceito por ser mulher no ambiente de trabalho. O dado faz parte da pesquisa “Viver em São Paulo: Mulheres“, divulgada neste dia 8 de março.

Eles montaram um questionário e levaram para uma amostra de pessoas do sexo feminino, acima de 16 anos e com variados índices de escolaridade. 45% delas são negras e 53% brancas.

A pesquisa também comparou os sentimentos entre elas e os homens. Enquanto 7% das entrevistadas já sofreram assédio sexual ou mora com alguém que sofreu, apenas 3% deles passou pelo menos. No caso de preconceito e discriminação, as garotas são 16% e os garotos, 12%.

Os valores não ponderam, entretanto, como a escolaridade e a renda interferem nos resultados. Também não foi questionado o que as voluntárias consideram violência de gênero.

Continua após a publicidade
Publicidade