Quais vestidos de noiva marcaram as décadas passadas?

Selecionamos algumas roupas que contribuíram para tornar o casamento de algumas celebridades inesquecíveis.

Ao planejar o casamento, uma das primeiras preocupações das noivas é o vestido. Afinal, todas querem ficar lindas de um jeito inesquecível nesse dia especial. Buscar inspiração em décadas passadas pode te ajudar muito na hora de escolher o traje dos sonhos. Por isso, para te dar uma forcinha, separamos alguns dos looks escolhidos por celebridades para subir no altar.

1950

Arquivo Pessoal/Getty Images Arquivo Pessoal/Getty Images

Arquivo Pessoal/Getty Images (/)

Os vestidos de noiva não fugiram da tendência principal da época: saias volumosas bem cinturadas. Feito de tafetá de seda, o que Grace Kelly usou no dia em que se tornou princesa de Mônaco é um dos mais copiados de todos os tempos. Já a atriz Nicette Bruno optou por uma versão com várias camadas de tule no matrimônio com Paulo Goulart. Uma mais deslumbrante que a outra!

1960

Arquivo pessoal/Getty Images Arquivo pessoal/Getty Images

Arquivo pessoal/Getty Images (/)

Nesse período cheio de quebras de paradigmas, os mini-vestidos ficaram em voga. A atriz britânica Audrey Hepburn entrou na onda e colocou um Givenchy cor-de-rosa curtinho para seu segundo casamento. Porém, a cantora Elis Regina foi bem conservadora e subiu ao altar com uma roupa que cobria todo o corpo. A extravagância ficou por conta do arranjo de cabelo, enorme!

1970

Bentley Archive/GettyImages Bentley Archive/GettyImages

Bentley Archive/GettyImages (/)

O casamento da modelo Bianca Jagger ganhou destaque não apenas por causa do noivo líder dos Rolling Stones, mas por sua roupa despojada e, ao mesmo tempo, chiquérrima: um terninho da grife Yves Saint Laurent. Já a princesa Anne da Inglaterra se inspirou no passado e desenhou o próprio vestido em estilo Tudor. Casar-se com uma coroa dessas é privilégio para poucas, né?

1980

Anwar Hussein/Getty Images/Arquivo Pessoal Anwar Hussein/Getty Images/Arquivo Pessoal

Anwar Hussein/Getty Images/Arquivo Pessoal (/)

As mangas bufantes e os buquês enormes eram praticamente itens obrigatórios nessa década em que tudo a moda era bastante exagerada. A cauda do vestido supervolumoso com que Lady Di tornou-se Princesa de Gales tinha 7,5 metros de comprimento. Achou muito? A da atriz Claudia Raia, na união com Alexandre frota, tinha 20 metros! Imagina quanto tecido foi usado só nessa época.

1990

Reprodução Reprodução

Reprodução (/)

Nesse período, uma onda minimalista se iniciou. Os véus deixaram de ser obrigatórios e os ombros passaram a ficar de fora. Carolyn Bessette-Kennedy e o vestido simples de seda que usou no matrimônio com John Kennedy Jr. serviram de inspiração para muitas noivas. Já Victoria Beckham subiu ao altar de tomara que caia e cabelo curtinho.

2000

Reprodução/Instagram/AgNews/Fábio Guinalz e Julian Marques Reprodução/Instagram/AgNews/Fábio Guinalz e Julian Marques

Reprodução/Instagram/AgNews/Fábio Guinalz e Julian Marques (/)

O estilo romântico tomou conta do início deste século. Tanto a apresentadora Angélica quanto a cantora Sandy escolheram modelos rendados com o colo a mostra para subir ao altar. A primeira prendeu o véu e a grinalda em uma coroa de ouro com diamantes, enquanto a segunda enfeitou o coque com apliques de renda. Reparem na manguinha do vestido da Sandy, um charme!

2010

Chris Jackson/Getty Images/AgNews/Dilson Silva, Delson Silva e Felipe Assumpção Chris Jackson/Getty Images/AgNews/Dilson Silva, Delson Silva e Felipe Assumpção

Chris Jackson/Getty Images/AgNews/Dilson Silva, Delson Silva e Felipe Assumpção (/)

As décadas anteriores foram tão marcantes que servem de referência para as noivas atuais. O modelo que Kate Middleton usou no casamento com o Príncipe William foi comparado ao de Grace Kelly pela manga rendada e saia cinturada. Atualmente, é um dos mais copiados pelo mercado. Ao passo que Sophie Charlotte misturou referências e seu vestido recebeu um toque especial com flores de biscuit e renda francesa.