Clique e assine Claudia a partir de R$ 5,90/mês

O velho fica novo! Como funciona o sistema de reciclagem de roupas usadas

O sistema é chamado de Loop e lançado pela varejista H&M. Para ser ainda mais sustentável, o processo não usa água ou produtos químicos

Por Da Redação - Atualizado em 18 out 2020, 14h17 - Publicado em 18 out 2020, 14h00

A moda sustentável já deixou de ser apenas uma ideia e já é uma realidade. Nesta semana, a rede varejista H&M lançou em Estocolmo, na Suécia, um sistema capaz de reciclar roupas usadas.

A ação batizada de Loop, transforma as roupas em novas peças. Os clientes levam as roupas que não querem mais e pagam um valor, e em algumas horas ela é transformada em uma nova. De acordo com a H&M, é a primeira vez que uma empresa do ramo oferece esse tipo de serviço.

O processo pode ser acompanhado pelo lado de fora da loja, já que o sistema funciona dentro de um contêiner de vidro. A tecnologia foi desenvolvida pela marca de moda em parceria com duas empresas de Hong Kong – o instituto de Pesquisa Textil HKRITA, e a Novetex Textiles.

Como é feito

Em oito passos, a peça fica pronta em cerca de cinco horas. Primeiro, a peça é higienizada com ozônio para remover os microorganismos. Depois, é transformada em fibra, que são trituradas e filtradas para remover possíveis sujeiras.

Mais tarde, os fios são torcidos e trançados, transformando-os em um material mais resistente. Depois são tricotados na forma das novas peças. Para garantir um impacto ambiental menor, o processo não utiliza água ou produtos químicos.

Continua após a publicidade

A intenção do projeto é que, até 2030, toda a produção da empresa seja por meio da reciclagem. Desde 2013 a companhia recolhe roupas e tecidos para reaproveitamento – 57% da matéria-prima utilizada pela H&M utilizada no ano passado já eram feitas dessa forma.

Para os membros do clube de fidelidade da marca, o processo custa 100 coroas suecas, esse valor convertido em reais é em torno de R$ 63 reais. Para os não-membros, uma taxa de 150 coroas suecas é cobrada, o valor equivale a R$ 94 reais. Os valores arrecadados com a tecnologia Loop são revertidos para projetos que promovem pesquisas de materiais.

O que falta para termos mais mulheres eleitas na política

Continua após a publicidade
Publicidade