Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Estilista queridinha das celebs, Patricia Bonaldi chegou ao topo vendendo vestidos de sonho

Com um ótimo tino para os negócios, a designer e dona do grupo Nohda atingiu o auge rapidamente. Aos 34 anos, é responsável por criar modelos para a grife homônima e para a Pat Bo, além de gerenciar a carreira de Lucas Magalhães e Luiz Claudio, da Apartamento 03.

Por Júlia Tibério Atualizado em 22 jan 2020, 00h36 - Publicado em 2 abr 2015, 13h13

Bordado, transparência, cintura marcada… Os vestidos desenhados por Patricia Bonaldi encantam! E é esse encantamento o motivo de seu sucesso, que começou lá atrás, em sua cidade natal, Uberaba (MG). “Tinha me formado em direito, mas decidi que queria trabalhar com moda, então, abri uma loja multimarcas e comecei a confeccionar peças para as amigas”, lembra. Em questão de meses, seus vestidos começaram a fazer sucesso, enquanto o restante da mercadoria ficava encalhada nas araras. Era a prova de que Patricia deveria abrir a própria grife. Com DNA rebuscado, herança do barroco mineiro, ela vende exclusividade e sonho. “Meus vestidos são feitos a mão e demandam muito tempo e trabalho”, diz. “Gosto que a mulher sinta que comprou uma peça em que há muita dedicação envolvida ” 

Divulgação
Divulgação

Marca registrada 
Vestidos de festa de renda e tule com bordados e aplicações. 

Quem usa 
A lista é grande e vai desde it-girls, como Helena Bordon, até superatrizes de Hollywood. Também é nome certo em festas da TV brasileira. Sua marca é usada com frequência por Marina Ruy Barbosa, Giovanna Ewbank e Fiorella Mattheis. 

A coleção atual… 
É inspirada na feminilidade das sereias. Ostenta pérolas e vidrilhos aplicados em tecidos de tons aquáticos, texturas cintilantes e transparências.
 
A favorita das famosas

Divulgação
Divulgação

“Minha entrada no universo das celebridades foi pela TV Globo. Uma figurinista me pediu um vestido para a minissérie A Vida Alheia e, dali para a frente, não parei mais”, diz Patricia. Seus modelos agora são desfilados em tapetes vermelhos disputadíssimos, como o do Festival de Cinema de Cannes. 

Em sentido horário: Fiorella Mattheis, Alicia Rountree, Jessica Szohr, Giovanna Ewbank, Sharon Stone e Keltie Knight.

Continua após a publicidade

Pat Bo

Divulgação
Divulgação

Depois do sucesso com a primeira marca, Patricia Bonaldi percebeu que era a hora de criar uma grife para vestir as clientes em todas as ocasiões da vida: do trabalho ao encontro amoroso.

Em sua grife jovem, Patricia não tem medo de ousar. Vai de um extremo ao outro e combina couro, moletom e pedraria. Tudo junto e misturado. “Ultimamente, tenho me dedicado mais à Pat Bo, que me desafia muito. A cada temporada, preciso esquecer tudo o que fiz antes, e começar do zero. É muito trabalho, mas é divertido”, diz. Com clientes fiéis, não foi difícil para Patricia tornar sua mais nova investida em um sucesso. Hoje, os desfiles no SPFW reúnem várias famosas na primeira fila. “Não dá para negar que as celebridades ajudam a imagem da marca, mas isso não é tudo. Tenho varado noites trabalhando para dar conta do serviço. Viajo o mundo atrás de referências e de novos temas, vou às feiras internacionais e não me desligo nunca. Estou muito contente por chegar aonde cheguei, mas a cada dia trabalho mais”, diz. 

Marca registrada 
Peças bordadas, características da primeira marca, mas com um toque fashionista, que aparece em tecidos tecnológicos e esportivos e shapes atuais. 

Quem usa 
A mesma lista de famosas e it-girls que são fãs da primeira marca: Helena Bordon, Laura Neiva, Marina Ruy Barbosa, Fiorella Mattheis, Giovanna Ewbank… 

A coleção atual… 
Tem como tema o universo celta e traz peças esportivas, como os moletons e os jeans, com aplicações de cristal.

Divulgação
Divulgação

 
Na ordem: saia (R$ 1 745*) e top de tweed (R$ 1 138*); vestido de crepe, R$ 1 972*; camisa jeans bordada, R$ 1 395*.

*Preços pesquisados em março/2015

Continua após a publicidade
Publicidade