Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Igualdade de gênero é tema do evento grátis “UNIDAS: Mulheres em Diálogos”

Palestras e discussões, que acontece de 25 a 28 de novembro, serão transmitidas ao vivo pelo YouTube do Goethe Institut Salvador

Por Maria Clara Serpa (colaboradora) Atualizado em 24 nov 2020, 10h24 - Publicado em 24 nov 2020, 11h00

Na próxima quarta-feira (25), começa o evento UNIDAS: Mulheres em Diálogos, que receberá 40 mulheres de diferentes origens e trajetórias para palestras, debates e performances artistas com o objetivo de lutar pela igualdade de gênero.

O evento, que vai até o dia 28 e terá todas as ações transmitidas pelo YouTube, é organizado pela UNIDAS – Rede de Mulheres entre a Alemanha, América Latina e Caribe, pelo Goethe-Institut e pelo Ministério Alemão das Relações Exteriores, com apoio da Secretaria de Políticas para as Mulheres do Estado da Bahia (SPM-BA). A rede UNIDAS foi criada em abril de 2019 em Salvador e consolidou-se em maio, na Alemanha, com o objetivo de criar parcerias entre os países e outras nações latinas e caribenhas.

As palestras e discussões, que serão realizadas nas sedes do Goethe em Salvador e em Berlim, serão divididas em quatro blocos temáticos: “Interseccionalidade”, “Direitos das mulheres e igualdade de gênero“, “Violência contra as mulheres” e “Prevenção de crises”. A intenção da UNIDAS é fortalecer o envolvimento e a liderança das mulheres na política, na ciência e nos negócios.

“O fortalecimento da sociedade civil é uma das principais prioridades do Goethe-Institut em todo o mundo, e isto inclui as mulheres em toda sua diversidade e facetas. O Goethe-Institut em Salvador é um lugar de empoderamento e um abrigo para todas as mulheres: negras, brancas, indígenas, trans, cis, lésbicas, hétero, mulheres com deficiência, periféricas, urbanas, marginalizadas e de origens precárias”, afirma Manfred Stoffl, diretor executivo do Goethe-Institut Salvador-Bahia.

A curadoria de convidadas foi feita integralmente por mulheres e buscou nomes conhecidos entre militantes artísticas, negras, indígenas, LGBTQI+ e anticapacitistas. Entre elas estão a ativista trans e PCD Leandrinha Du Art, a cantora Xênia França, a filósofa e professora Katiúscia Ribeiro e a ativista e fundadora da Rede Brasileira de Prostitutas Lourdes Barreto. 

A filósofa e professora Katiúscia Ribeiro participará de um debate sobre Direitos da Mulher Karen Barauna/Divulgação
“É uma oportunidade importante de contribuir para o aprofundamento do debate sobre as desigualdades de gênero, sobre as hierarquias raciais e outros fatores de interseccionalidade, tão relevantes para a reconstrução da democracia no Brasil. Debateremos diversos temas, com mulheres das mais variadas identidades, para que, a partir de olhares multirreferenciados, possamos reelaborar estratégias de resistência e contribuir para minimizar os impactos de uma história de exclusão no Brasil”, opina Carol Barreto, modAtivista, professora e pesquisadora, que compôs a curadoria.

Em Berlim, as discussões, palestras e grupos de trabalho se darão online, conectados e simultâneos aos do Brasil, construindo pontes digitais transatlânticas. As unidades do Goethe-Institut de vários países também, especialmente da América Latina, engajarão suas comunidades em torno deste projeto internacional. 

Lourdes Barreto é fundadora da Rede Brasileira de Prostitutas e do Movimento de Promoção da Mulher e o Grupo de Mulheres Prostitutas do Estado do Pará (GEMPAC), além de ativista reconhecida nacional e internacionalmente na luta pelos direitos das prostitutas e na luta contra a Aids Laura Murray/Divulgação

Programação

O evento UNIDAS: Mulheres em Diálogo começa às 15h na quarta-feira (25) com uma cerimônia de boas-vindas, transmitida em português, alemão e espanhol, com a participação Michelle Münterfering, ministra de Estado no Ministério Alemão das Relações Exteriores; Carola Lentz, presidente mundial do Goethe-Institut; Julieta Palmeira, secretária de Políticas para as Mulheres do Estado da Bahia; e Xenia França, cantora e membro-fundadora da rede UNIDAS. Ainda nesse dia, às 19h, a rapper Preta Rara e a cantora Brisa Flow farão show.

Nos dias 26 e 27, os debates começarão com momentos de impulso, em que convidadas iniciam provocações sobre cada tema, iniciando as discussões. Depois, serão formados grupos entre as participantes, que irão identificar desafios, potências e prospecções de cada tema e trocar com as participantes da Alemanha, que estarão refletindo sobre as mesmas pautas. Confira a programação completa:

26/11

09h– Impulso sobre Interseccionalidade com Lívia Sant’Anna Vaz, promotora de justiça, e Nádia Akawã Tupinambá, mulher medicina e ativista.

Continua após a publicidade

15h– Impulso sobre Direitos das Mulheres e Igualdade com Lourdes Barreto, ativista, Leandrinha Du Art, ativista LGBTQI+ E PCD,  e Katiúscia Ribeiro, professora e filósofa.

27/11

09h– Impulso sobre Violência contra as mulheres com Ana Fontes, empreendedora social, e Preta Rara, rapper, historiadora e escritora.
 
15h – Impulso sobre Prevenção de Crises com Thiffany Odara, pedagoga e educadora e Julieta Paredes, ativista feminista-comunitária.
 
19h– Abertura da exposição “Atenção para o refrão”, que reúne obras das quatro atuais residentes do Programa de Residência Artística Vila Sul do Goethe-Institut Salvador-Bahia – a multiartista Jade Maria Zimbra, a artista visual Juliana dos Santos, a artista visual e educadora social Kika Carvalho e a coreógrafa Malu Avelar – junto a trabalhos de artistas como Marcela Cantuária e Yêdamaria.

28/11

13h30 – Debate público sobre Interseccionalidade e Direitos da Mulher com a historiadora afrofeminista, Giovanna Heliodoro, e a historiadora e ativista do movimento negro, Valdecir Nascimento.

14h45 – Debate público sobre Violência contra as Mulheres e Prevenção de Crises com Tamikuã Txihi, artista plástica e liderança indígena, e Keila Simpson, educadora e ativista do movimento LGBTQI+.

16h – Entrevista com a atriz a militante feminista alemã Sibel Kekilli, conhecida por ter interpretado Shae na série Game of Thrones.

17h – Debate final com Carol Barreto e Elaine Bortolanza e alemãs ainda à confirmar.

UNIDAS: Mulheres em Diálogos será completamente gratuito. Para assistir às palestras e rodas de conversa ao vivo, acesse o YouTube do Goethe-Institut Salvador

Estou com câncer de mama. E agora?

 

Continua após a publicidade
Publicidade