Clique e assine com até 75% de desconto

Vidas em Jogo: Cleber é dado como morto após fugir da prisão

Ele bate o carro de frente com um caminhão

Por Redação M de Mulher Atualizado em 17 jan 2020, 08h58 - Publicado em 14 dez 2011, 21h00

Fora da prisão, Cleber é dado como morto
Foto: TV Record/ Munir Chatack

Logo depois do acidente no qual Joaquim (Rodrigo Vahia) morre atropelado, o advogado Guilherme (César Pezzuoli) descobre que o garçom deixou uma carta inocentando Rita (Julianne Trevisol). Na tal mensagem de próprio punho, ele ainda acusa Cleber (Sandro Rocha) de ser o articulador de toda a armação que incriminou a bailarina.

Regina (Beth Goulart) fica sabendo da carta, procura o ex-namorado na prisão e implora a ele que não a envolva neste crime. Mas o miliciano diz que em troca de seu silêncio quer a metade da construtora em seu nome. Indignada, Regina se levanta para ir embora, mas o bandido a ameaça.

Dias depois, um guarda da penitenciária faz uma ligação anônima para Francisco (Guilherme Berenguer) e conta que Cleber vai fugir no dia em que for transferido para um centro de detenção destinado a meliantes perigosos.

E na tal data, Francisco avisa apenas Patrícia (Thaís Fersoza) que seguirá o comboio. Porém, preocupada, ela revela a Carlos (André Di Mauro) o que está para acontecer e os dois se encontram na porta da cadeia, antes da transferência do preso. Cleber entra no carro da polícia e é escoltado por vários veículos, inclusive, o de Francisco e Carlos. No meio do percurso, os capangas do assassino cercam os veículos das autoridades e atiram. Cleber escapa, mas os milionários o seguem. Na perseguição, o automóvel do crápula bate de frente com um caminhão e capota. Se a autora não mudar de ideia, o pilantra será dado como morto.

Continua após a publicidade
Publicidade