Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Turma do “deixa disso” vem a cada dia perdendo espaço no BBB19

Rodrigo e Gabriela perderam a chance de se tornarem protagonistas do BBB19.

Por Fábio Garcia Atualizado em 15 jan 2020, 21h33 - Publicado em 26 mar 2019, 10h48

O BBB19 prometia ser um dos mais polarizados e conflitantes de todos os tempos ao confinar dois grupos distintos de classes sociais e ideológicas, mas algo deu errado na seleção de participantes. Enquanto um pessoal combinou voto, participou do game e se jogou… o outro lado da casa preferiu não entrar em conflito.

Dia desses Elana estava desesperada no BBB19. Ela precisava conversar sobre o jogo, falar de voto e tirar de sua cabeça as minhocas que cresciam ali. Procurou por Rodrigo, e a reação do brother foi não querer falar sobre o jogo. Por que participar de um jogo se você não quer jogar?

Rodrigo e Gabriela tinham tudo para ser protagonistas dessa edição, até porque cada dia mais questões raciais como as que eles defendem estão com visibilidade na mídia. Mesmo na narrativa do programa os dois tiveram chance para brilhar. O primeiro foi alvo de uma CPI do Ronco logo no começo do jogo, e conquistou a empatia do público, já a percussionista se viu diante de algumas das frases preconceituosas de Paula e estava com a faca e o queijo na mão para contestá-las. Mas não.

O BBB19 não é a vida real, em que o ideal é respirar e evitar conflitos, num reality show a discussão faz parte do comprometimento de quem participa. A falta de posicionamento mais forte por parte dos brothers só ajuda o outro lado, que é representado pela Paula.

Paula foi crescendo no programa e fora dele. Disse muitas (muitas mesmo) frases preconceituosas, ofendendo as mais diversas minorias, mas essas frases não apareciam na edição do programa. Quem acompanha exclusivamente pela Globo não viu a sister falando absurdos sobre religiões de matriz africana ou alguns comentários sobre “favelados”, viu apenas a Paula que é cômica.

Paula fala sobre ateus no BBB19

E das poucas vezes que Paula teve algum absurdo mostrado na edição, ninguém a contestou. Uma das poucas respostas a frases da Paula aconteceu somente no quadro “Isso a Globo Não Mostra”, que colocou um personagem do grupo Choque de Cultura deixando claro o quão absurda tinha sido uma declaração de Paula sobre negros.

O pessoal do “deixa disso” que optou por não se opor à Paula acabou, de alguma forma, ajudando a sister a crescer ainda mais e ser uma das favoritas ao prêmio.

Continua após a publicidade
Publicidade