Clique e assine Claudia a partir de R$ 8,90/mês

Seriado Macho Man promete arrancar gargalhadas do público

Macho Man, novo seriado da TV Globo, traz Marisa Orth como uma ex-gorda e Jorge Fernando vivendo um ex-gay

Por Redação M de Mulher - Atualizado em 20 jan 2020, 10h01 - Publicado em 21 mar 2011, 21h00

Jorge Fernando e Marisa Orth vivem um casal desajustado de amigos em Macho Man
Foto: Divulgação – Rede Globo

Nelson (Jorge Fernando) é um cabeleireiro gay assumidíssimo, que, uma bela noite, fervendo na boate, é atingido na cabeça por um objeto e perde os sentidos. Ao despertar, Zuzu, como é chamado no salão, descobre que algo mudou em sua vida: ele agora gosta de mulher. Confuso e sem saber como se comporta um hétero, ele pede ajuda à amiga Valéria (Marisa Orth), uma ex-gorda, que também não consegue se ajustar à sua nova realidade de magra.

Esse é o mote de Macho Man, a nova série cômica da Globo que estreia em abril, e marca a volta de Jorge Fernando, diretor de Ti-Ti-Ti, à atuação. “Sempre fiz participações nas novelas que dirigia, mas era só porque eu me escalava”, gargalha Jorginho, seis quilos mais magro. O convite partiu do diretor José Alvarenga. “Eu procurava alguém com a alegria natural de Jorge Fernando. Aí, pensei: e por que não ele? Falei com Alexandre Machado, autor da série, e no dia seguinte vi Jorginho gritando pelo refeitório da Globo: ‘Vou fazer Macho Man!'”, lembra Alvarenga, rindo.

O protagonista conta que, para se preparar, andou circulando pelos camarins de Ti-Ti-Ti. “Novela é um grande salão de beleza, né? Eu fiquei lá na maquiagem e no cabelo observando e sei até fazer escova!”, brincou Jorginho.

Seriado Macho Man promete arrancar gargalhadas do público

Fernanda Yong e Alexandre Machado dividem mais um texto cômico sobre um casal em crise
Foto: Divulgação – Rede Globo

Ex-gay existe?

Dividindo o mesmo chiclete de tutti frutti, Marisa e Jorge mostravam total sintonia com o casal de autores da série, Fernanda Young e Alexandre Machado (responsáveis pelo sucesso Os Normais), na coletiva que rolou, na quinta-feira (17/03/2011), em São Paulo. Mas, afinal, existe ex-gay? Para Marisa, sim. “O marido de uma amiga minha é, e é maravilhoso em todos os sentidos”, conta, rindo, sob o olhar incrédulo de Jorge. “Eu não acredito, não, Marisa. Acho que, no quarto escuro da nossa consciência, a gente sempre sabe o que é de verdade”, opina Fernanda Young, que deixa claro que o seriado não pretende ser polêmico. “É apenas uma reflexão leve sobre o tema”, comenta. Alvarenga concorda: “Não pretendemos mudar o mundo com esse programa, queremos só divertir as pessoas”.

Publicidade