Sandy sobre filho: “se ele fosse gay, não teria nenhum problema com isso”

A polêmica surgiu depois que o marido da cantora postou uma foto da boneca de Theo, o filho de 4 anos do casal.

Sandy, mesmo sendo muito cautelosa com a vida pessoal do pequeno Theo, de 4 anos, acabou envolvida em um polêmica junto com o pai do baixinho, Lucas Lima.

Em uma postagem feita pelo músico no Instagram pessoal, ele comentou sobre os gostos do filho na hora de brincar: “Toda vez que eu vou tomar café da manhã e esbarro com um tênis desses e uma Elsa aleatória no chão eu lembro do quão ridiculamente abençoado eu sou”. 

Porém, muitos seguidores associaram a brincadeira do garoto com a possibilidade de ele ser gay. “Não vou julgar, porque qualquer um pode ter um filho gay. Ninguém escolhe ter, simplesmente nasce assim. O primeiro sinal de filho gay é brincar de bonecas”, comentou um leitor. 

Para esclarecer o assunto, em uma entrevista ao blog do Amaury Jr., na última terça-feira (28), Sandy se posicionou sobre os comentários maldosos lidos na foto que, até então, era para ser um registro especial de Lucas sobre Theo.“Não imaginamos que pudessem ter tantas reações, como isso fosse uma grande coisa (a gente permitir que nosso filho brinque com uma boneca), sabe? E, se quiser saber mais a fundo, se ele fosse ou virasse gay, não teria nenhum problema com isso também. Somos todos iguais, todos irmãos”, afirmou.

A cantora não parou por aí. Ela também aproveitou para falar sobre outro assunto polêmico: a separação dos brinquedos infantis por gêneros. “Ele brinca com bonecas, bonecos, carrinhos, bola. A gente não coloca nenhuma restrição. Na nossa concepção, não existe isso de brinquedo de menina e menino. A gente está criando ele para não ser uma pessoa machista, sexista e preconceituosa”, afirmou Sandy.

Esperamos que vocês cheguem lá, viu?