Relembre os prêmios que Leonardo Di Caprio chegou perto de levar

O ator está à espera do Oscar que tarda a vir

Após interpretar um dos grandes papéis de sua vida, em O Regresso, Leonardo Di Caprio estea à espera do Oscar que tardar a vir. Na primeira vez que a estatueta dourada escapou das mãos do ator, ele tinha cara de menino e apenas 19 anos. Em seu terceiro filme, fazia o irmãozinho com necessidades especiais do protagonista interpretado por Johnny Depp em Gilbert Grape – Aprendiz de Sonhador (1993), de Lasse Hallström. Desde então, virou astro mundial graças a Titanic (1997), de James Cameron, e concorreu outras quatro vezes ao Oscar  sem jamais ganhar – o que já levou os mais críticos a dizer que a beleza, o eterno rosto de menino, a riqueza e, por que não, a tendência a namorador serial de modelos estavam no caminho da vitória. Não dá para querer tudo na vida – ou dá? O fato é que, a não ser que a maior zebra de todos os tempos aconteça, chegou a vez dele. Enfim, DiCaprio é favoritíssimo ao troféu de melhor ator do ano. E nós estamos na torcida. Enquanto o grande dia não chega, relembre os quatros prêmios que ele chegou perto de levar nos outros Oscars.
 
1. Gilbert Grape – Aprendiz de Sonhador

Era ainda menino (tinha 19 anos) quando recebeu a primeira indicação ao Oscar. Quem ganhou foi Tommy Lee Jones, por O Fugitivo (1993).
 
2. O aviador
Na disputa de melhor ator, em 2005, concorreu pelo filme de Martin Scorsese, em que interpretou o cineasta Howard Hughes. Mas Jamie Foxx venceu por sua performance em Ray.

3. Diamante de Sangue 

Leo caprichou no sotaque sul-africano para viver um contrabandista, em 2006. Mas Forest Whitaker também arrasou falando inglês e suaíli como um ditador africano em O Último Rei da Escócia e ficou com o Oscar.
 
4. O Lobo de Wall Street

Arrastou-se pelo chão em um momento de loucura do investidor. Quem levou foi Matthew McConaughey, que perdeu 13 quilos por Clube de Compras Dallas (2014).