Clique e assine Claudia a partir de R$ 8,90/mês

Quem é Yalitza Aparicio, atriz indicada ao Oscar em seu 1º trabalho

Conheça a trajetória da mexicana que, na estréia como atriz, no filme "ROMA", conseguiu logo de cara uma indicação ao Oscar.

Por Fernando Gomes - Atualizado em 15 jan 2020, 23h41 - Publicado em 24 fev 2019, 11h02

Ela tem 25 anos e uma indicação na categoria de Melhor Atriz do Oscar, competindo contra nomes como Lady Gaga, Glenn Close, Melissa McCarthy e Olivia Colman. Sua primeira indicação à premiação mais importante do cinema também é o seu primeiro trabalho na vida como atriz.

Diretamente da cidade de Tlaxiaco, localizado no estado de Oaxaca, no México, Yalitza Aparicio é a revelação que está sob os holofotes atualmente. Por conta de sua ascensão, a atriz ganhou o coração dos fãs de cinema e da crítica especializada pelo carisma e genialidade em cena.

Seus pais são de origem indígena. Ela, criada pela mãe solteira que trabalhava como empregada, tem três irmãos e é formada em educação infantil. A cidade em que mora sofre com condições precárias de saneamento básico e pobreza. A professora, até então, não esperava que sua vida fosse mudar de uma hora para outra, mas o destino lhe reservava novidades.

Edith, a irmã mais velha da família, resolveu um dia participar de um casting promovido pelo diretor de uma Casa de Cultura que reside na cidade, Miguel Ángel Martinez, a fim de selecionar pessoas para um filme, sobre o qual ninguém tinha ainda muitas informações.

Yalitza resolveu acompanhá-la para lhe apoiar, mas também por medo, pois havia a desconfiança de que aquela oferta poderia ser uma armadilha para um sequestro ou uma rede de tráfico de mulheres, como noticia a El Universal. Infelizmente, esse ainda é a realidade de um povo que vive em uma região com alto índice de violência. Quando chegaram ao local, não sabiam exatamente como seria o processo.

Marina De Tavira, Luis Rosales, Yalitza Aparicio e Nancy Garcia em um evento de promoção do filme ‘ROMA’ . Rachel Murray/Netflix/Getty Images

Luis Rosales era o responsável pela seleção e recebeu as duas mulheres. Acabou que Yalitza entrou no processo e foi escolhida para a segunda etapa, que seria realizada na Cidade do México. Foi pedido a ela que levasse uma amiga que soubesse falar mixteco – língua indígena falada regionalmente no País – e a atriz, então, chamou Nancy García, a intérprete de Adela e sua parceira de cenas no filme.

Só após tudo isso é que relevaram a ela quem era o diretor do longa-metragem misterioso. Ao encontrar Yalitza, Alfonso Cuarón soube na hora que a viu que ela era a escolha perfeita para viver Cleo, personagem inspirada na babá que cuidou do mexicano quando ele era pequeno. ‘ROMA‘ tinha achado a sua estrela e o diretor fez com que ela brilhasse.

Yalitza já recebeu 25 indicações em diversas premiações, e ganhou sete troféus, entre eles o prêmio de Revelação de Hollywood, do Hollywood Film Awards.

Ela é a segunda mexicana a competir em uma das maiores categorias do Oscar, a disputa de Melhor Atriz. A primeira foi Salma Hayek, há 16 anos, quando foi indicada por sua interpretação de Frida Kahlo. A veterana das produções mexicanas Marina De Tavira também está concorrendo ao Oscar pelo seu papel no filme (Melhor Atriz Coadjuvante).

Continua após a publicidade
Yalitza Aparicio vive a empregada Cleo em ‘ROMA’. IMDb/Divulgação

Fora das telonas

Com ‘ROMA’ sendo exibido nos cinemas ao redor do mundo e na Netflix, a jovem foi descoberta pela mídia e começou a ganhar seu espaço nas capas. Em dezembro, ela estampou a edição mexicana da Vogue e, em janeiro, uma das capas da Vanity Fair junto a outras estrelas do cinema. Olha só que linda:

Ainda sobre Oscar, há um vídeo publicado pelo canal oficial do evento em que a atriz reage à sua indicação. Ela, atenta à TV, se emocionou e comemorou seu destaque na grandiosa premiação. Veja o vídeo (momento 0:54):

Desde o começo, Yalitza nunca havia cobiçado tudo isso. As coisas aconteceram naturalmente sem nenhuma intenção e agora ela está onde está. Domingo saberemos se a vitória histórica vai se tornar realidade. Caso não venha, pelo menos seu nome já estará representando sua comunidade e seu país de origem. O mundo é dela!

Continua após a publicidade
Publicidade