Clique e assine Claudia a partir de R$ 8,90/mês

Prestes a subir ao altar, Val Marchiori faz lista do que não pode ter em um casamento chique

Socialite, que irá oficializar a união com o empresário Evaldo Ulinski, ensina a fazer uma cerimônia fina e elegante

Por Redação M de Mulher - Atualizado em 15 jan 2020, 22h49 - Publicado em 6 jun 2013, 21h00

A socialite fez uma lista do que não pode ter em casamento de rico: Prosecco está entre os itens citados
Foto: Priscila Castilho

Ainda sem data marcada para subir ao altar com o empresário Evaldo Ulinski, Val Marchiori está cuidando de todos os detalhes de seu casamento dos sonhos. A socialite, que teve um breve romance com o atual noivo no passado, do qual nasceram os gêmeos Eike e Victor, de 7 anos, tem compartilhado com seus fãs nas redes sociais e em seu blog que não vê a hora de dizer o “sim” ao amado em uma festa que promete ser a cara da riqueza.

À CONTIGO! ONLINE, Val revelou é imprescindível em uma cerimônia refinada e elegante uma boa champanhe, vestido de noiva importado, animação de sobra e joias de tirar o fôlego das convidadas. “Lembrancinha de casamento tipo porta joia de prata com bem-casados é chique”, declarou a socialite e ex-participante do programa “Mulheres Ricas”, da Band.

Mas e o que deve passar bem longe da porta do buffet da recepção? Val sabe dizer de cor e salteado o que não pode ter em um casamento de rico!

Confira abaixo a divertida lista feita pela socialite:

“Coxinha, risóles, salgadinhos e afins. Já vi casamento que tem coxinha e bolinho de queijo. Pode até ser gostoso, mas como entrada de casamento de rico, não. Hello! É muito pobrinho. Cajuzinho também, como diria o Caco Antibes (do programa Sai de Baixo), é muito pobre!”

“Convites temáticos (tipo o casalzinho Mickey e Minnie)”

“Chegar à cerimônia em um carro alugado”

“Convidados com roupas alugadas e pessoas mal vestidas. Isso sempre vai ter, mas se desse, eu proibiria… (risos)”

“Cerveja, champanhe ruim… Prosecco não, pelo amor de Deus!”

“Estacionar o carro na rua e usar bijuterias, de qualquer tipo”

“Conjunto musical da comunidade, músicas ruins e inadequadas. Música muito alta é um horror!”

“Vestir camisa do time de futebol”

“Vídeo no estilo ‘Arquivo confidencial’ dos noivos, com um mestre de cerimônia apresentando… Não tem coisa mais cafona que isso! As fotos passando no telão, com aquela música horrível de fundo e uma pessoa narrando a vida dos noivos. Cafona e chato!”

“Engov e Listerine. As pessoas colocam isso no banheiro e acham bom. Hello! Para mim, isso indica que os convidados ou tem mau-hálito, ou bebem de forma abusiva”

“Nada de apresentação de dança por parte da noiva, nem danças típicas. Tem gente que acha que porque é árabe tem que fazer dança do ventre. Um horror!”

“Casamento na praia pode ser bonito pela paisagem, mas é cafona! Convide seus amigos para passar um fim de semana na sua ilha, no seu iate, mas casamento não. Vento no cabelo, pezinho descalço na água… Hello!”

“Discursos intermináveis, falando da felicidade dos noivos e agradecendo às pessoas. Sempre é chato e não interessa a todos. Os convidados já sabem disso tudo. O melhor é celebrar com elegância e alegria!”

Publicidade