Paris Hilton sobre vídeo íntimo: “Foi como ter sido estuprada”

Em 2004, o então namorado da modelo, Rick Saloman, compartilhou uma gravação da companheira que deveria ficar restrita ao casal

Na última sexta-feira (27), a modelo Paris Hilton contou como se sentiu no episódio em que um vídeo íntimo seu foi compartilhado sem autorização na internet. O relato aconteceu durante evento de estreia do documentário American Meme,  em que a norte-americana fala sobre como é ser uma estrela das redes sociais, antes mesmo de ferramentas como Instagram, Facebook, Twitter, entre outros, existirem.

Um dos tópico levantados durante conversa com a imprensa foi justamente o vídeo que a deixou conhecida mundialmente.

Em 2004, o então namorado de Paris, Rick Saloman, compartilhou uma gravação da companheira que deveria ter sido mantida como algo privativo ao casal. Porém, rapaz não respeitou sua decisão.

“Foi como ser estuprada. Senti como se tivesse perdido parte da minha alma. Eu realmente queria morrer. Eu estava tipo: ‘só não quero viver’. Eu pensei que tudo tinha sido tirado de mim. Eu não queria ser conhecida por isso. Eu nunca seria quem eu poderia ter sido”, desabafou Paris.

Leia mais: Guia de segurança do namoro virtual: proteja-se de golpes na internet