O que você pode esperar da nova temporada de MasterChef

A terceira edição do reality começa na próxima terça-feira, dia 15 de março

Na próxima terça-feira (15), às 22h30, começa a nova temporada do MasterChef na Rede Bandeirantes. O formato gringo funcionou tanto no Brasil, que a atração já está em sua terceira temporada com uma torcida fiel.

Carlos Reinis/Band Carlos Reinis/Band

Carlos Reinis/Band (/)

Nesta edição, a produção recebeu mais de 25 mil inscrições. Dessa enorme peneira, foram realizados 500 testes presenciais e 75 convocados tiveram seus pratos avaliados pelos chefs Paola Carosella, Erick Jacquin e Henrique Fogaça.

Participantes afiados

Dessa fase, 46 seguiram para a segunda seletiva, com provas técnicas e testes de criatividade. Nos três primeiros episódios, o telespectador acompanhará a seleção dos 21 competidores. Segundo a jornalista Ana Paula Padrão, eles não vieram para brincadeira. “Além do talento na cozinha, eles chegaram psicologicamente preparados com a tranquilidade de jogadores”, adiantou.

Chefs ainda mais exigentes

Não à toa, a homogeneidade do time levou os jurados a novos patamares de análise. Eles contam que estão ainda mais exigentes – o que, somado à alta qualidade dos adversários, deixa a disputa mais acirrada. Por outro lado, os chefs garantem que estão mais soltos e que a harmonia do grupo continua fazendo parte do talent show.

Carlos Reinis/Band Carlos Reinis/Band

Carlos Reinis/Band (/)

Provas grandiosas

Além dos desafios em estúdio, os aspirantes à MasterChef enfrentarão provas grandiosas. Em uma delas, chamada de “Ocupação Masterchef”, eles serão responsáveis por comandar a cozinha de um famoso restaurante de São Paulo. Os que sobreviverem no programa também vão encarar a missão de cozinhar para uma unidade do Corpo de Bombeiros com mais de 200 “clientes” famintos e preparar delícias em uma Escola de Samba carioca. Ufa!

Menos gourmetização

Mas, segundo os jurados, diferentemente das outras edições, nota-se menor ocorrência de pratos cheios de firula. “O hambúrguer continiua sendo o alvo do raio gourmetizador, entretanto, felizmente, não vem mais acontecendo como nas outras temporadas”, conta Paola Carosella.

Muita emoção, é claro!

Não é bobagem: o vencedor do reality ganha um prêmio de 150 mil reais e um curso na tradicional escola francesa de culinária Le Cordon Bleu. Exatamente por isso, a carga emocional é notável: em jogo estão expectativas, sonhos, carreiras e trajetórias de vida. “A gente precisa lembrar que está julgando o prato, e não a história do participante. Se fosse pela história, premiaríamos todo mundo”, finaliza a chef.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s