Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

“O amor pelos filhos paira sobre nós”, diz Juliana Paes

Nossa garota da capa estreia, nesta segunda-feira (9), como Zana em "Dois Irmãos". A CLAUDIA, ela falou sobre maternidade e o tabu levantado pela minissérie

Por Isabella Marinelli Atualizado em 9 jan 2017, 22h49 - Publicado em 9 jan 2017, 22h45

Prepare-se para Juliana Paes. Aos 37 anos, ela está em ritmo acelerado de trabalho e entrará em sua casa, pela primeira vez em 2017, em “Dois Irmãos”.

Na trama, que estreia nesta segunda-feira (9), a atriz está na pele de Zana, mãe dos gêmeos Yaqub e Omar, da obra de Milton Hatoum.

Já faz quase dois anos que Juliana voltou da Amazônia, viagem que fez para as gravações. Durante nossa conversa com ela, pudemos ver algumas fotos que coleciona da temporada. Entre elas, uma em que hematomas marcam suas pernas. “Apareciam essas placas roxas na minha pele. Era tudo psicológico; eu não batia em nada, mas esse trabalho exigiu muito de mim. Fiquei me remoendo”, conta.

Tamanha intensidade arrebatou a estrela pelo elo com sua personagem: a maternidade. Juliana também é mãe de dois meninos, Pedro e Antônio, de 6 e 3 anos, respectivamente. “Eu me colocava no lugar de Zana e nem conseguia dormir”, lembra. Na história do autor manauara, um dos filhos é superprotegido, enquanto o outro é livre para desbravar o mundo sozinho.

A novidade da faixa das 23 horas levantará um tabu: o amor de mãe pode ser diferente de um filho para o outro? A carioca acredita que não, mas sabe que as relações mudam de acordo com a afinidade. “Tem sempre alguém com quem você se identifica mais, mas isso nas coisas cotidianas. O amor está acima de tudo, ele paira sobre nós”, comenta.

Quer saber mais? Corra para as bancas e garanta a sua CLAUDIA de janeiro! 

Continua após a publicidade
Publicidade