Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Novos tempos: Globeleza agora usa roupa e vai além do samba

Redes sociais se dividiram: parte condenou a novidade, e parte percebeu o grande avanço que essa mudança representa.

Por Ligia Helena Atualizado em 20 jan 2020, 23h10 - Publicado em 9 jan 2017, 00h19

Desde 1991 a Rede Globo tem uma “musa” do carnaval, que estrela as vinhetas do canal. A chamada Globeleza tradicionalmente aparece na televisão nua, com pintura corporal, sambando freneticamente, remetendo sempre ao carnaval carioca.

A personagem sempre foi alvo de críticas, por refletir a objetificação do corpo da mulher, mais especificamente da mulher negra, que nessa época do ano ganha o destaque que não tem o ano todo.

Pois parece que a emissora percebeu que o futuro chegou, e decidiu que, em 2017, a Globeleza merecia duas mudanças muito importantes.

Reparou? Para começo de conversa, a dançarina e coreógrafa Erika Moura não está nua, mas sim vestida com roupas típicas. E, além do samba das Escolas cariocas, ela dança o frevo, o maracatu e o axé, entre outros ritmos típicos do carnaval pelo Brasil.

A decisão da Rede Globo dividiu opiniões na internet. Enquanto algumas pessoas reclamaram do “fim da tradição”, outras perceberam que a mudança da vinheta é sim um avanço. Em um país recordista em feminicídio, com tantos casos de estupro chocantes e absurdos e que tanto menospreza as negras, qualquer tentativa de dignificar as mulheres deve ser celebrada. Veja algumas reações.

https://twitter.com/LuuisComenta/status/818275987691601920

https://twitter.com/traceyleahblog/status/818293440643497984

Continua após a publicidade
Publicidade