Clique e assine Claudia a partir de R$ 8,90/mês

Noite no BBB17 teve festival de gritaria e dedo na cara

O parquinho está pegando fogo e resumimos todas as brigas da madrugada.

Por Fábio Garcia - Atualizado em 20 jan 2020, 16h55 - Publicado em 3 abr 2017, 09h46

Após a formação do paredão entre Ilmar e Marcos, é até leve dizer que rolou fogo no parquinho. Podemos dizer que um meteoro de desavenças caiu na casa do Big Brother Brasil e rolou tanto barraco e gritaria que deve ter incomodado até o estúdio vizinho no Projac. Vamos ver com calma o que rolou:

Ilmar e Marcos BBB17
TV Globo/Reprodução

ROUND 1: Ilmar x Marcos

Assim que acabou o programa ao vivo cada um foi para seu lado. Marcos e Emilly ficaram conversando e Ilmar foi acolhido pelo grupo das mulheres e ficou detonando os ex-amigos. Passou-se um tempo e Marcos foi conversar com Ilmar pedindo para que ele fizesse as pazes com a gêmea. Maduro e ponderado, Mamão contou que Emilly não existe mais pra ele e pediu desculpa aos vermes por tê-los comparado a ela.

O advogado continuou a conversa com Marcos ignorando Emilly, que estava ao fundo gritando instruções para Marcos. Ilmar então contou ao brother que sua indicação ao paredão é sinal de que Emilly considera os dois descartáveis. “Você não vai falar nada, Marcos?”, disparou Emilly de longe como se fosse uma torcedora de estádio de futebol.

Ilmar e Marcos BBB17
TV Globo/Reprodução

No quarto preto, sem a interferência da gêmea, Marcos e Ilmar voltaram a conversar e ~~fizeram as pazes~~. Mas quando o médico pediu para que seu amigo desculpasse Emilly, ele falou que não dá pra desculpar alguém que não existe.

“Perdoar é divino”, argumentou Marcos tentando usar filosofia barata em discussão de reality show, e ouviu como resposta “o problema é que sou terráqueo”.

Marcos e Emilly BBB17
TV Globo/Reprodução

ROUND 2: Marcos x Emilly

Depois da conversa com Ilmar, Marcos foi ao quarto do líder se acertar com Emilly. A gêmea estava indignada porque seu namorado não a defendeu diante das acusações do advogado, e Marcos simplesmente perdeu a cabeça. Mandou Emilly diminuir o tom de voz, colocou o dedo na cara e gritou para que ela não falasse o que não soubesse. Assim, bem equilibrado mesmo. Emilly ficou calada e saiu de perto sem perceber que o melhor conselho para ela sobre essa briga estava escrito na camiseta de Marcos:

Marcos e Emilly BBB17
TV Globo/Reprodução

E o barraco continuou. Emilly contou que se sentiu humilhada quando Ilmar a chamou de verme enquanto lhe apontava o dedo na cara. Marcos minimizou o sentimento de Emilly, alegando que Ilmar não a agrediu fisicamente e perguntou à namorada se a carapuça serviu. Por fim, quis saber o motivo de ela não ter se revoltado com ele mesmo, afinal o Doc também havia apontado o dedo na cara dela, mas a gêmea justificou que é porque Marcos é a pessoa que está do lado dela. Marcos, ultrapassando o limite do bom senso, respondeu que Emilly aguentou porque ela gosta (!?).

Depois de horas de discussão, os dois deitaram e ficaram trocando carinho na cama.

Continua após a publicidade
Publicidade