Clique e assine Claudia a partir de R$ 8,90/mês

Morre o cantor Charles Bradley aos 68 anos

A lenda do soul havia cancelado sua turnê -- que incluía um show no Rock in Rio -- para tratar doença

Por Roberta Tinti - Atualizado em 23 set 2017, 15h47 - Publicado em 23 set 2017, 15h36

O cantor norte-americano Charles Bradley, uma das maiores lendas do soul, morreu neste sábado (23) aos 68 anos. No início do mês, ele cancelou os 37 shows de sua turnê — incluindo um que aconteceria no Rock in Rio — após descobrir que estava com câncer no fígado.

Em outubro do ano passado, o cantor foi diagnosticado com câncer no estômago, submetido a tratamentos e se recuperou, fazendo com que ele voltasse à ativa. No entanto, Bradley voltou a se sentir mal no início de setembro deste ano e descobriu que a doença havia se espalhado para o outro órgão.

O comunicado da morte foi divulgado na contas oficiais do cantor nas redes sociais. “É com grande tristeza que anunciamos a morte de Charles Bradley. Obrigado pelos pensamentos e orações durante esse período difícil”, informou o tweet.

Continua após a publicidade

O senhor Bradley era muito grato pelo carinho que recebia de seus fãs e esperamos que sua mensagem de amor seja lembrada e passada adiante“, completa a equipe do cantor em um post no Facebook.

It is with a heavy heart that we announce the passing of Charles Bradley.Mr. Bradley was truly grateful for all the…

Posted by Charles Bradley on Saturday, September 23, 2017

Bradley nasceu em 1948 em Gainesville, Flórida, e viveu uma infância bem difícil. Trabalhou durante anos em empregos informais, tocou em algumas bandas cover e somente em 2002 sua carreira solo despontou.

Seu primeiro álbum, No time for dreaming, foi lançado apenas em 2011, quando já tinha 62 anos. O último trabalho do cantor foi Changes, lançado em 2016. Escute a faixa-título do álbum:

Continua após a publicidade
Publicidade