Dona Ivone Lara morre aos 97 anos

Sambista estava internada no Rio de Janeiro (RJ)

A sambista Dona Ivone Lara, de 97 anos, morreu na noite desta segunda-feira (16), no Rio de Janeiro. Ela apresentou um quadro de insuficiência cardiorrespiratória, segundo informações do G1.

Ela estava internada desde sexta-feira (13) no Centro de Tratamento e Terapia Intensiva (CTI) da Coordenação de Emergência Regional (CER), no Leblon, Zona Sul do Rio.

Conhecida como “Rainha do Samba”, ela sentiu na pele o preconceito por ser mulher e por ser negra ao seguir na carreira artística. Enfrentou a descrença e o racismo para se tornar uma das mais importantes cantoras da história brasileira.