Mato sem cachorro! Bruno Gagliasso e Leandra Leal fazem par romântico

Os atores interpretram um casal que têm de lidar com um cão que desmaia quando fica muito animado

Bruno Gagliasso e Leandra Leal em cena do longa
Foto: Daniel Behr

Enquanto lia o roteiro da comédia romântica Mato Sem Cachorro, do diretor Pedro Amorim, 35 anos, Leandra Leal, 31, só conseguia pensar em uma pessoa para fazer seu par: Bruno Gagliasso, 31, com quem já havia dividido a cena na novela Passione. “Temos uma química ótima e sempre achei que Bruno deveria se aventurar pelo mundo do cinema. Ele é bom ator, muito empolgado e se entrega de verdade”, explica ela. A história de um cachorro que desmaia a toda hora seduziu o jovem ator, que atualmente dá vida ao personagem Franz em Joia Rara (Globo). “Acho que esse filme tem tudo para incentivar a adoção de animais”, diz ele, que, ao lado da mulher, Giovanna Ewbank, 27, é engajado em projetos pelo bem-estar dos bichinhos. “Esse foi um dos pontos que me levaram para o set de filmagem”, completa.

A ideia do diretor foi inspirada em clássicos da comédia de sua infância e sua adolescência, sempre repletos de aventura, como é o caso dos filmes Curtindo a Vida Adoidado (1986) e Benji (1974), que trazia a história de um cachorrinho que auxiliava pessoas com seus problemas. “Benji me fez chorar muito mais que Sociedade dos Poetas Mortos (1989). Como o Brasil não tinha nenhum filme com cachorros, achamos que podia ser uma boa ideia fazermos um. Mas queríamos que o cão tivesse algum problema, então pensamos no Guto desmaiar cada vez que ficasse muito empolgado com alguma coisa, fosse com uma brincadeira, com uma cadelinha ou na hora de se alimentar”, conta Pedro.

Mato sem cachorro! Bruno Gagliasso e Leandra Leal fazem par romântico

Leandra Leal no pôster do filme com um dos filhotes que faz o Guto no longa
Foto: Daniel Behr

Muito bem preparado, o cachorro americano Duffy veio ao país com um adestrador e, segundo os próprios atores, ele era melhor tratado que o elenco. “Duffy ficava em uma sala com ar-condicionado e várias vezes aguardamos pelos horários dele para podermos gravar”, diz Bruno. “O nosso único problema era o próprio Bruno”, entrega a atriz. “Cada vez que ele via o bichinho ficava com agonia, queria fazer carinho e agarrar”, brinca ela.

Também apaixonada por animais, Leandra acabou levando um dos filhotinhos que fazia o papel de Guto ainda bebê para casa. “Já tínhamos a Alice, um shih-tzu, mas eu caí de amores pelo pequeno border collie durante as filmagens. Meu marido (o empresário Alê Youssef) topou ter mais um cachorro se pudesse dar o nome. A partir daí, o ‘Carlos Alberto’ mora lá em casa. Brinco que ele era o mais concentrado e o mais talentoso de todos os filhotes que participaram”, conta ela, que tem nos planos de vida um filho, mas não por agora. “Quero, mas não sei para quando. Não tenho medo dos 30 e poucos anos. Acho que cada ano que passa vai ficando mais divertido.”

O filme, que também traz Danilo Gentili, 33, e Rafinha Bastos, 36, no elenco, entra em cartaz em 4 de outubro.

Risadas certas

Deco (Bruno Gagliasso) é um músico frustrado que encontra a felicidade ao lado de Zoé (Leandra Leal) no dia em que quase atropela Guto, um cachorro que desmaia toda vez que fica muito animado. Em pouco tempo eles se mudam e formam uma pequena família. Porém, cansada do jeito largado do namorado, a garota termina o relacionamento e se envolve com um empresário bem-sucedido. Com o auxílio do primo, Leléo (Danilo Gentili), Deco bola um plano para sequestrar Guto e reconquistar Zoé. Ponto extra para o humor do filme, com direito a uma participação cômica da cantora Sandy.

LEIA MAIS NA EDIÇÃO 1985 DA REVISTA CONTIGO!, NAS BANCAS A PARTIR DE 02/10/2013.

Mato sem cachorro! Bruno Gagliasso e Leandra Leal fazem par romântico

Bruno Gagliasso com Duffy, que interpreta Guto
Foto: Daniel Behr