Clique e assine Claudia a partir de R$ 5,90/mês

Marcos é expulso do Big Brother Brasil 17 por agredir Emilly

Com um pouco de atraso, a Globo tomou a decisão certa sobre o caso.

Por Fábio Garcia - Atualizado em 20 jan 2020, 16h17 - Publicado em 10 abr 2017, 23h00

Finalmente, depois de dias de agressão à Emilly tratados de forma leviana pela Globo, Marcos, participante do BBB 17, foi expulso da casa. Depois da edição do último domingo (9), a internet se revoltou e passou a exigir que o médico fosse obrigado a abandonar o programa. Uma delegada da Divisão de Polícia de Atendimento à Mulher foi enviada na tarde desta segunda (10) ao Projac para investigar a conduta de Marcos.

Durante o Jornal Nacional, a Globo se manifestou a respeito do caso de Marcos e Emilly. Exibiram trechos pesados da agressão e contaram que a polícia esteve no Projac para conferir as gravações e conversar com os participantes.

Como já contamos, Marcos foi chamado novamente ao confessionário e depois foi a vez de Emilly. O conteúdo da conversa ainda é uma incógnita. Ao final da reportagem, Renata Vasconcellos comunicou que na edição de hoje saberíamos o futuro do participante no Big Brother Brasil.

Tiago Leifert começou o programa já anunciando que a Globo recebeu uma visita das autoridades e que foram constatadas as agressões por parte da polícia e comunicou que Marcos está eliminado do Big Brother Brasil. Dessa forma, Ieda, Vivian e Emilly se tornam automaticamente as finalistas.

As garotas ficaram sabendo apenas através de Tiago Leifert ao vivo (também como forma de televisionar o ~espetáculo~, algo bem lamentável), e Emilly acabou de se chorar. O apresentador até opinou pessoalmente que Marcos havia perdido a capacidade de competir. Aos prantos, Emilly se mostrou preocupada com a sua família e foi avisada que eles estavam receosos com a saúde dela.

Continua após a publicidade
Publicidade